Gabriel lamenta jogo atípico na Arena e projeta melhora do Corinthians: 'Todo dilúvio é passageiro'

1.3 mil visualizações 35 comentários Comunicar erro

Por Andrew Sousa, Rodrigo Vessoni e Vitor Chicarolli, na Arena Corinthians

Gabriel acredita em melhora do Corinthians nos próximos jogos

Gabriel acredita em melhora do Corinthians nos próximos jogos

Danilo Fernandes/Meu Timão

Sem contar com Camacho, suspenso, Tiago Nunes deu chance para Gabriel no empate do Corinthians por 1 a 1 diante do Santo André. Em campo, porém, o volante pouco pôde demonstrar das ideias de jogo implementadas pelo treinador. Isso porque o gramado da Arena não suportou a chuva forte e dificultou o jogo com a bola, exigindo mais cruzamentos das duas equipes.

Mesmo triste com o que o jogo apresentou para o Timão, o capitão da noite desta quarta-feira destacou a luta até o final da equipe - o gol de empate veio já nos acréscimos e o time chegou a marcar o segundo, mas foi anulado.

"A gente saiu atrás, lutamos até o final, empatamos e até viramos, mas o juiz deu impedimento do Gil. Lutamos. Caiu um dilúvio que nunca vimos, alagou (o gramado), o que também nunca vimos aqui na Arena, mas não tinha como, choveu o dia todo. Realmente atrapalhou o jogo, mas encaramos da maneira que deu, bola na área, briga, disputa. Tivemos chances, principalmente no segundo tempo, onde tivemos cinco o seis chances pro empate e a virada, eles tiveram uma ou duas finalizações, mas agora é levantar a cabeça, temos dez dias de treinamento. Poderia ser a vitória, acredito que o empate foi até injusto pelo que criamos no segundo tempo", pontuou, na zona mista da Arena.

"Tomamos um gol em uma finalização deles, a única. É complicado. Jogamos para vencer, a torcida viu, lutamos, trabalhamos, a torcida viu. O adversário criou menos e teve um aproveitamento melhor. É ajustar e melhorar nos pequenos detalhes para vencer, tomar menos gol e colocar a bola na rede nas criações, para vencer as partidas", completou.

Leia também:
Tiago Nunes assume erro em titularidade de Yony González e expõe carência no ataque do Corinthians
Corinthians domina ações em campo encharcado, mas peca nas finalizações e abusa dos cruzamentos

Apesar do lamento pelo resultado e a dificuldade imposta pela condição do gramado, Gabriel deixou a Arena sem se desesperar com a situação da equipe, que pode terminar a rodada na lanterna do Grupo D do Paulistão. Para ele, o sistema de jogo não foi o responsável pelo revés em casa e a expectativa é de volta por cima nos próximos jogos.

"Hoje, infelizmente, o jogo foi atípico do que sempre vemos aqui, hoje era mais de bola aérea, não dava para colocar no chão, ela parava. Não é culpa do sistema, é mais pelo dilúvio que teve, mas todo dilúvio é passageiro, acredito que nossa fase vai passar também e vamos nos fortalecer", concluiu.

Se um dos problemas pelo baixo rendimento for tempo para trabalhar, há uma boa notícia: o time tem dez dias até seu próximo compromisso, marcado para o dia 7 de março, contra o Novorizontino, fora de casa.

Veja mais em: Gabriel, Campeonato Paulista e Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Volante Éderson foi o último reforço anunciado pelo Corinthians nesta temporada

    Éderson detalha nova rotina durante quarentena e comenta concorrência no Corinthians: 'Problema bom'

    ver detalhes
  • Arena Corinthians já registrou 200 jogos do Timão em sua história

    Confira se você sabe tudo da história dos jogadores na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • A reviravolta na possível contratação de Felipe Prior pelo Corinthians

    VÍDEO: A reviravolta na possível contratação de Felipe Prior pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Casuals terminou o torneio na 19ª colocação, um ponto acima da zona de rebaixamento

    Corinthian-Casuals se 'salva' do rebaixamento na sétima divisão inglesa por causa do coronavírus

    ver detalhes
  • Multicampeão pelo Corinthians, Sheik se aposentou em 2018

    Sheik relembra final da Libertadores e admite erro em polêmica com Dudu: 'Passei do limite'

    ver detalhes
  • Emerson não se vê mais como dirigente de futebol

    Sheik relembra dificuldades financeiras do Corinthians e afasta chance de voltar a ser dirigente

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: