Tiago Nunes diminui peso de jejum de vitórias e valoriza disciplina do Corinthians em campo

1.5 mil visualizações 32 comentários Comunicar erro

Por Andrew Sousa, Rodrigo Vessoni e Vitor Chicarolli, na Arena Corinthians

Tiago Nunes questionou as expulsões e valorizou a disciplina do Corinthians

Tiago Nunes questionou as expulsões e valorizou a disciplina do Corinthians

Danilo Fernandes / Meu Timão

Com o empate por 1 a 1 diante do Santo André, na última quarta-feira, o Corinthians chegou aos três jogos sem vencer. Por mais que o número seja pequeno, há uma marca de impacto: a equipe alvinegra chegará para o próximo jogo com quase um mês de jejum de vitórias. Para Tiago Nunes, porém, esse dado não incomoda.

"Essa questão do tempo sem vencer a gente direciona para onde quiser porque se a gente jogar daqui a um ano, vamos ficar um ano sem vencer. Isso é algo que não considero", resumiu o comandante.

Leia também:
Da defesa ao ataque: entrevistas indicam focos do Corinthians em semana de treinos
Boselli já supera artilheiros do Corinthians nos dois últimos Paulistas

O último triunfo do Timão, vale lembrar, foi no dia 12 de fevereiro, por 2 a 1, contra o Guaraní - o resultado, porém, não foi suficiente para a equipe avançar na Libertadores. O próximo compromisso, por sua vez, está marcado para 7 de março - intervalo de 23 dias sem triunfo.

Uma das derrotas que colaboraram com esse jejum foi diante do Água Santa, quando o Corinthians teve Camacho expulso. Antes disso, diante do próprio Guaraní, foi Pedrinho quem levou o vermelho. Tiago Nunes, porém, diminuiu o peso das expulsões e valorizou a disciplina de seus jogadores.

"Tirando os vermelhos que a gente tomou, quase inexplicáveis, Pedrinho vermelho, Janderson, Camacho, somos um time que menos faz falta e toma cartão no campeonato. Time quer jogar bola", disse, antes de sair em defesa de Fagner, bastante criticado pela falta que originou o gol do Santo André.

"(A do Fagner na quarta-feira) foi uma falta de jogo, foi advertido com amarelo. Temos que parar de personificar. Os caras também apanham, tomam porrada, Água Santa tomou seis amarelos e devia ter tomado oito e ter expulsos. Fagner é de Copa do Mundo, é um grande jogador, é experiente. Poderia ter rolado com qualquer um", concluiu.

Veja mais em: Tiago Nunes e Fagner.

Veja Mais:

  • Volante Éderson foi o último reforço anunciado pelo Corinthians nesta temporada

    Éderson detalha nova rotina durante quarentena e comenta concorrência no Corinthians: 'Problema bom'

    ver detalhes
  • Arena Corinthians já registrou 200 jogos do Timão em sua história

    Confira se você sabe tudo da história dos jogadores na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • A reviravolta na possível contratação de Felipe Prior pelo Corinthians

    VÍDEO: A reviravolta na possível contratação de Felipe Prior pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Casuals terminou o torneio na 19ª colocação, um ponto acima da zona de rebaixamento

    Corinthian-Casuals se 'salva' do rebaixamento na sétima divisão inglesa por causa do coronavírus

    ver detalhes
  • Multicampeão pelo Corinthians, Sheik se aposentou em 2018

    Sheik relembra final da Libertadores e admite erro em polêmica com Dudu: 'Passei do limite'

    ver detalhes
  • Emerson não se vê mais como dirigente de futebol

    Sheik relembra dificuldades financeiras do Corinthians e afasta chance de voltar a ser dirigente

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: