Osmar Loss relembra período como técnico do Corinthians e pontua: 'Talvez tenha faltado experiência'

2.8 mil visualizações 22 comentários

Por Meu Timão

Osmar Loss foi técnico do Corinthians entre maio e setembro de 2018

Osmar Loss foi técnico do Corinthians entre maio e setembro de 2018

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Recém-chegado ao Corinthians, agora para assumir o cargo de coordenador das categorias de base do clube, Osmar Loss teve passagem pelas equipes profissional e Sub-20 do Parque São Jorge. Seu desempenho no comando da base, no entanto, foi bom, e no profissional deixou a desejar. Assim, o comandante justificou a falta de sucesso com o elenco principal.

Osmar Loss assumiu o time profissional do Corinthians em maio de 2018, quando Fábio Carille deixou o clube para atuar na Arábia Saudita. O treinador, no entanto, não conseguiu dar boa sequência ao elenco que era bicampeão paulista e campeão brasileiro, os resultados não eram bons e ele acabou sendo dispensado - na ocasião, quem assumiu foi Jair Ventura.

"Primeiro: tudo conspirou para não ter os melhores resultados. Uma expectativa muito alta, entre todos: torcida, mídia, dirigentes… Não era ‘o que eu podia dar’. Era ‘o que o time podia dar’. Quanto mais alta a expectativa, maior é a cobrança e a decepção com a ausência de resultados. O time vinha de dois títulos Paulistas, um Brasileiro brilhante…", analisou o corinthiano em entrevista à Gazeta Esportiva.

Leia também:
No domingo de Páscoa, relembre chocolates marcantes do Corinthians neste século
Osmar Loss fala sobre retorno ao Corinthians, defende Sub-23 e detalha nova profissão no clube

Loss assumiu o cargo de treinador e teve que contar também com novos auxiliares, já que Carille havia levado alguns para a Arábia. Isso, segundo o agora coordenador de base do clube, foi um dos pontos que dificultaram sua atuação como treinador.

"O segundo ponto é o processo de transformação dentro e fora das quatro linhas. Foram (embora) o Fábio e mais cinco profissionais, que tinham conhecimento da rotina, do trato com os atletas, tudo”, pontuou Osmar Loss.

"O terceiro ponto é que talvez tenha faltado experiência, de fato, de ter assumido mais, duramente o período de maior dificuldade, as rédeas do vestiário", concluiu em seguida.

Loss comandou o Corinthians de maio a setembro de 2018 em 25 jogos, divididos entre dez vitórias, cinco empates e dez derrotas. A passagem, cabe ressaltar, foi totalmente oposta a que ocorreu na base, quando o treinador fez boas campanhas e venceu os campeonatos Paulista de 2014 e 2015, Brasileiro de 2014 e a Copinha de 2015 e 2017.

Veja mais em: Osmar Loss.

Veja Mais:

  • Técnico Sylvinho realizou o quarto dia de treinamentos para enfrentar o Flamengo nesta sexta-feira

    Corinthians faz atividade focada em finalizações e posicionamento tático de olho no Flamengo

    ver detalhes
  • Cássio falou sobre seu futuro no Corinthians

    Cássio fala sobre futuro no Corinthians e comenta chance de seguir carreira em outro clube

    ver detalhes
  • Claudinho. hoje no Bragantino, nada tem a ver com o processo iniciado pelo ex-empresário contra o Corinthians; acordo já foi homologado na Justiça

    Corinthians faz acordo na Justiça e quitará dívida com ex-agente de Claudinho em 20 parcelas

    ver detalhes
  • Cássio comemorou a chegada de Renato Augusto e Giuliano ao CT Joaquim Grava

    Cássio destaca confiança em reforços do Corinthians, mas evita falar em título no Brasileiro

    ver detalhes
  • Se nenhuma intercorrência acontecer até domingo, Gabriel se tornará o sexto jogador do Corinthians a completar 100 jogos na Neo Química Arena

    Gabriel se tornará o sexto jogador a completar 100 jogos na Neo Química Arena: 'Sonho realizado'

    ver detalhes
  • Léo é atacante e teve passagem pela base do Corinthians

    Shandong empresta atacante ex-Corinthians e abre vaga na lista de estrangeiros

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x