Cássio admite chateação por protestos, mas garante: 'Não vou deixar de me entregar pelo Corinthians'

6.3 mil visualizações 116 comentários

Por Meu Timão

Cássio fez defesas importantes diante do Bahia, na Neo Química Arena, pelo Campeonato Brasileiro

Cássio fez defesas importantes diante do Bahia, na Neo Química Arena, pelo Campeonato Brasileiro

Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Apesar dos dois gols sofridos, Cássio foi peça importante do Corinthians na vitória por 3 a 2 diante do Bahia, na Neo Química Arena. Ao final do jogo, o atleta comemorou não só sua atuação pessoal, como também a vitória do elenco, que deu uma primeira volta por cima depois de duro protesto da torcida no último domingo.

"Eu confesso que fiquei chateado com o que aconteceu, mas eu sirvo a Deus e ele me dá conforto. Foi difícil, mas tive sabedoria para enfrentar. Agradeço por quem me ajudou, esposa, filho, meus pastores. É nesse momento que vemos que somos queridos aqui no Corinthians, agradeço o apoio, a humildade", começou o goleiro em entrevista ao final do jogo, aos canais do Grupo Globo.

Cássio foi um dos atletas mais cobrados pela torcida e chegou a desativar os comentários em suas redes sociais - Fagner, outro jogador muito cobrado, viu seu filho ser ameaçado pelos torcedores no Instagram. Apesar do episódio polêmico, o goleiro contou que isso não o impede de se dedicar ao máximo ao clube.

"Eu sei quem eu sou, eu creio e acho que ninguém pode duvidar de mim. Só você pegar meu histórico. Não é porque aconteceu aquilo ou isso que eu vou deixar de me dedicar e me entregar pelo Corinthians. Eu não tenho que provar nada para ninguém, é só ver meus números, sou grande demais nesse clube. Passou, já superei. Não desejo que ninguém passe por isso, que não aconteça em outros clubes", apontou.

Cássio foi eleito na votação da Rede Globo como o melhor jogador em campo. Ao receber o prêmio, o camisa 12 comemorou sua atuação e também a vitória de todo o elenco, que se dedicou bastante em campo.

"Mas tenho que agradecer a Deus pela vitória, uma vitória em equipe. O que aconteceu ficou no passado, ficou feliz por hoje, precisávamos muito. Vitória do time todo, ficamos felizes e alegres. Vamos recuperar. Obrigado a quem me apoia nos momentos bons e ruins, sou um ser humano e vou errar, mas vou me recuperar", completou.

Agora, Cássio e os companheiros têm uma semana de treinos até voltar aos gramados. Na próxima quarta-feira, o Timão enfrenta o Sport, fora de casa, para engrenar uma boa sequência no Campeonato Brasileiro.

Veja mais em: Cássio e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Arena não recebe torcida desde a paralisação causada pelo coronavírus

    Andrés: 'Corinthians não jogará mais o Brasileirão se liberar torcida apenas no Rio de Janeiro'

    ver detalhes
  • Cazares pode ser jogador do Corinthians no Brasileirão

    Corinthians abre conversas para tentar contratar Cazares, do Atlético Mineiro

    ver detalhes
  • Jô no jogo contra o Fluminense, no Maracanã

    Corinthians consegue efeito suspensivo e Jô ficará à disposição para encarar o Sport

    ver detalhes
  • Momento em que o ex-goleiro Ronaldo Giovanelli recebe a camisa do Corinthians

    Ronaldo Giovanelli se emociona ao receber camisa em homenagem ao título Brasileiro de 90

    ver detalhes
  • Atacante Romero deu uma forte entrada no companheiro de San Lorenzo

    Ex-Corinthians, Romero quebra perna de companheiro em treino; atleta lesionado era alvo do Palmeiras

    ver detalhes
  • Compra é possível nas versões inglesa e alemã do site

    Nova terceira camisa do Corinthians já é vendida em site europeu por até R$ 560

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: