Análise: Corinthians melhora na intensidade e tem vitória resumida na entrega de Xavier

11 mil visualizações 213 comentários

Xavier no jogo contra o Athletico-PR, pelo Campeonato Brasileiro

Xavier no jogo contra o Athletico-PR, pelo Campeonato Brasileiro

Rodrigo Coca / Agência Corinthians

O Corinthians conseguiu uma vitória de intensidade no primeiro tempo, muitas dificuldades no segundo e pode resumir os três pontos conquistados em Curitiba na entrega do jovem Xavier, meio-campista que, incrivelmente, ficou cinco rodadas sem nem sequer entrar em campo com a camisa alvinegra.

Para ser justo, talvez os dois pontos possam ser resumidos por Xavier, bem sucedido em uma das três tentativas de pressão individual que promoveu durante a partida ao dar o gol para Everaldo. O empate foi assegurado por Walter, em grande forma ao segurar o ataque adversário, principalmente em lance cara a cara com Renato Kayser.

Em campo, o Timão apresentou uma proposta tática bem simplificada, travando a saída dos laterais do Athletico e apostando na chegada de trás de Éderson e Ramiro para dar apoio a Mateus Vital e Léo Natel.

O time rondou a área adversária nos primeiros 15 minutos e poderia ter aberto o placar com Mateus Vital e Ramiro. Mas, mais importante do que isso, sofreu muito pouco atrás no primeiro tempo e não se deixou ser dominado por um adversário. Apenas uma bola espirrada na entrada da área exigiu defesa de Walter.

Ao mesmo tempo que a intensidade deu o tom da etapa inicial, o cansaço deu o tom da segunda. Éderson claramente não conseguiu mais acompanhar o ritmo do adversário, deixando um espaço enorme de campo para Xavier cobrir.

Foi uma série de chutes de fora da área para Walter defender e, um vacilo da linha defensiva, Renato Kayzer entrou no espaço deixado por Gil. O centroavante só não abriu placar por puro mérito de Walter.

O jogo ficou controlado com as entradas de Camacho, Cazares e Everaldo, e poderia ter visto vantagem corinthiana caso Fagner não perdesse chance clara de cabeça. O lateral, mais agressivo no 1 contra 1 defensivo e com ímpeto para atacar, foi das boas novidades da noite.

Bruno Méndez complicou tudo em expulsão infantil, mas a pressão dos paranaenses foi até controlada para quem teve tanto volume. E, quando o 0 a 0 parecia certo, brilhou a estrela de Xavier - e a calma de Everaldo, até então muito mal no jogo.

Veja mais em: Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • [Vessoni] Quem sai por cima? Quem sai arranhado? Rescaldo da eleição do Corinthians em dez pontos

    ver detalhes
  • Duilio Monteiro Alves venceu Augusto Melo e Mario Gobbi nas eleições presidencias do Corinthians

    Conheça o histórico e a trajetória de Duilio Monteiro Alves, o novo presidente do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians conquista o bicampeonato da Supercopa de Futsal

    Corinthians repete roteiro da semifinal, supera Pato e é Bicampeão da Supercopa de Futsal

    ver detalhes
  • Cássio voltou a treinar no CT Joaquim Grava; Corinthians encara Fortaleza na quarta-feira

    Com presenças de Cássio e Ramiro, Corinthians faz segundo treino para enfrentar o Fortaleza

    ver detalhes
  • [Marco Bello] Precisamos falar sobre o sistema de voto no Corinthians

    ver detalhes
  • Duílio é o novo presidente do Corinthians

    Duílio Monteiro Alves vence eleição e é o novo presidente do Corinthians; oito chapas foram eleitas

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: