O motivo por trás do desabafo de Cássio após a goleada sofrida pelo Corinthians diante do Flamengo

108 mil visualizações 756 comentários

Cássio desabafou após a goleada sofrida para o Flamengo, em plena Neo Química Arena

Cássio desabafou após a goleada sofrida para o Flamengo, em plena Neo Química Arena

Reprodução/Internet

Cássio deu um forte desabafo após a goleada sofrida para o Flamengo. De toda a explanação, trechos como "nesse momento acho que estou sendo escudo", "a carga é muito grande" e "não vou deixar de estar aqui, de meter a cara, falar".

Mas se engana quem pensa que a chateação do Gigante está em cima das análises sobre seu desempenho em campo, das críticas por ter falhado ou não em gols tomados. O desabafo vai além das quatro linhas.

A reportagem do Meu Timão conversou com o estafe de alguns jogadores do atual elenco do Corinthians. De acordo essas pessoas que estão no entorno dos atletas, o desabafo do camisa 12 tem a ver com a falta de respaldo interno no CT após a saída do diretor de futebol.

Duílio Monteiro Alves, que deixou o cargo no início de setembro para se dedicar à eleição presidencial, era a voz atuante do departamento de futebol profissional, era quem tomava as rédeas e resolvia todos os problemas. Dos pequenos aos grandes.

Um exemplo disso foi contado por um dos empresários ouvidos pela reportagem do Meu Timão. Assim que a delegação chegou de Fortaleza, pairou no ar a dúvida se os jogadores poderiam ir embora do CT imediatamente ou se deveriam permanecer no local à espera de Mancini, que estava vindo de Goiânia.

De acordo com esse empresário, com Duílio no CT, isso estaria definido com antecedência e a questão não causaria burburinho interno, com parte dos jogadores achando que poderia ir embora e parte acreditando que era necessário esperar a chegada do treinador.

Cássio, que está há nove temporadas do clube, já viveu momentos de maior organização interna e está irritado com a atual falta de respaldo no CT. O desabafo de um dos líderes do grupo não foi apenas pelas críticas que recebe pelo seu desempenho em campo... também foi um recado interno.

Em tempo: os responsáveis neste momento pelo departamento de futebol profissional do Corinthians são os diretores-adjuntos Jorge Kalil e Edu Ferreira, o gerente Vilson Meneses e Andrés Sanchez que, na função de presidente, tem outras inúmeras decisões a serem tomadas, inclusive no quinto andar do Parque São Jorge.

Veja mais em: Cássio e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • [Vessoni] Quem sai por cima? Quem sai arranhado? Rescaldo da eleição do Corinthians em dez pontos

    ver detalhes
  • Duilio Monteiro Alves venceu Augusto Melo e Mario Gobbi nas eleições presidencias do Corinthians

    Conheça o histórico e a trajetória de Duilio Monteiro Alves, o novo presidente do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians conquista o bicampeonato da Supercopa de Futsal

    Corinthians repete roteiro da semifinal, supera Pato e é Bicampeão da Supercopa de Futsal

    ver detalhes
  • Cássio voltou a treinar no CT Joaquim Grava; Corinthians encara Fortaleza na quarta-feira

    Com presenças de Cássio e Ramiro, Corinthians faz segundo treino para enfrentar o Fortaleza

    ver detalhes
  • [Marco Bello] Precisamos falar sobre o sistema de voto no Corinthians

    ver detalhes
  • Duílio é o novo presidente do Corinthians

    Duílio Monteiro Alves vence eleição e é o novo presidente do Corinthians; oito chapas foram eleitas

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: