Chance de 'virar a chave', suposta prioridade e Lisca: Mancini projeta estreia na Copa do Brasil

3.5 mil visualizações 28 comentários

Por Andrew Sousa e Rodrigo Vessoni

Mancini finaliza a preparação alvinegra na tarde desta terça-feira para estreia na Copa do Brasil

Mancini finaliza a preparação alvinegra na tarde desta terça-feira para estreia na Copa do Brasil

Rodrigo Coca / Agência Corinthians

Nesta quarta-feira, o Corinthians encara o América Mineiro no primeiro duelo das oitavas de final da Copa do Brasil - o confronto marca a estreia alvinegra na competição. Com um título do torneio no currículo, Vagner Mancini ressaltou a possibilidade de virar a chave e deixar para trás as dificuldades do Brasileirão, retomando a rota vitoriosa do clube nos últimos anos.

"Sempre que você tem dentro da temporada a oportunidade virar a chave e disputar outro campeonato, tem a chance de iniciar um novo ciclo. É importante que se apresente bem, será um adversário difícil, mas é uma oportunidade de tornar um ciclo vencedor no clube nesta competição", pontuou, em coletiva concedida nesta terça-feira.

Copa do Brasil é prioridade?

Mesmo com todo o peso da competição, que pode mudar o panorama da temporada difícil do Corinthians, Mancini evitou colocar a Copa do Brasil como prioridade da equipe, sobretudo pelo momento de pressão no Campeonato Brasileiro.

"Claro que é um caminho mais curto, estaria mentindo se não enxergasse dessa forma. Mas neste momento não dá para priorizar nada. A prioridade é jogar um bom futebol, ajustar a equipe. O atleta gosta de jogar, eu só poupo jogador se ele estiver perto de lesão ou caindo de rendimento. Mas fazer rodízio de jogadores é importante quando se encontra a equipe, a partir do momento que você encontra, eu não sei dizer qual campeonato é mais importante. A Copa do Brasil é mais curta, mas tanto ela quanto o Brasileirão são importantes. Volto a dizer, não gosto de tirar jogador simplesmente pelo olho, por achar que ele joga duas partidas e descansa outra", afirmou.

"Eu respeito quem faça isso, mas acho que os jogadores têm condição de jogar, considerando toda a estrutura que temos, capacidade de recuperação. Quando se prioriza algo, se deixa de lado outra, e eu não quero passar essa impressão. O Corinthians representa milhões e tem que brigar por tudo. Precisamos encarar jogo e jogo e tentar jogar o maior número de partidas possível", completou.

Duelo contra o América de Lisca

Na véspera da partida de estreia no torneio eliminatório, o treinador do Corinthians também falou sobre o adversário, que aparece na segunda colocação da Série B e chega embalado para o duelo na Neo Química Arena.

O América-MG, dentro do seu mundo, vive um excelente momento. O Corinthians vive temporada de oscilação, mas espero que tenha chegado ao fim, é um reinício de trabalho. Espero que a maturidade e lastro dos atletas façam com que eles consigam entender o que será levado em campo. Não vejo favorito, Corinthians leva vantagem por jogar em casa, mas o equilíbrio do jogo é pelo América-MG estar num bom momento. Dois jogos difíceis, equilibrados, num esporte onde tudo pode acontecer. Temos que merecer o resultado", analisou.

"(O Lisca) É um cara que vem realizando ótimos trabalhos, muito dedicado, arma bem as equipes, América tem forma interessante de jogar, vem bem na Série B, vai brigar pelo acesso, um jogo complicado, mas que nossa equipe precisa fazer de forma significante fazer valer o fator casa. Lisca é um amigo, acompanho há alguns anos e vem a cada ano melhorando a sua performance. Por isso, precisamos ter cuidado", concluiu.

Veja mais em: Vagner Mancini e Copa do Brasil.

Veja Mais:

  • Corinthians se reapresentou no CT Joaquim Grava

    Sem Cássio, Corinthians se reapresenta e faz primeiro treino após vitória fora de casa

    ver detalhes
  • Eleição ocorre neste sábado, no Parque São Jorge

    Quem você quer ver como novo presidente do Corinthians? Vote na enquete

    ver detalhes
  • Gabriel Pereira ganhou a palavra e foi aplaudido por todo o elenco

    União por Luan, lembrança do último jogo e discurso de promessa: os bastidores da vitória do Timão

    ver detalhes
  • Augusto Mello viu sócio rebater esclarecimento sobre áudios vazados

    Sócio citado em áudio contesta versão de Augusto Melo e mostra recibo por negócio com meia do Timão

    ver detalhes
  • Último título do Corinthians foi em 2017

    Federação Paulista cancela Copinha de 2021 por conta da pandemia do coronavírus

    ver detalhes
  • Ex-diretor explicou alto número de contratações com caráter de aposta no Corinthians

    Ao Meu Timão, Duílio Monteiro explica planos para Arena, justifica contratações e defende o Sub-23

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: