Corinthians é acionado na Justiça por Gabriel Vasconcelos, atacante que nunca jogou no profissional

22 mil visualizações 229 comentários

Gabriel Vasconcelos chegou ao Timão em 2014. Após integrar a equipe sub-20, o atacante passou a ser emprestado

Gabriel Vasconcelos chegou ao Timão em 2014. Após integrar a equipe sub-20, o atacante passou a ser emprestado

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O Corinthians terá de se defender de mais um processo. O atacante Gabriel Vasconcelos, que nunca teve chance na equipe profissional do clube, entrou com ação na Justiça do Trabalho. A primeira audiência na 62ª Vara do Trabalho de São Paulo está marcada para janeiro de 2021.

O jogador, que ficou sob contrato com o clube entre 12 de janeiro de 2018 e 31 de dezembro de 2019, cobra verbas de natureza trabalhista não quitadas, como férias, FGTS, multa do art. 477, § 8°, da CLT, honorários advocatícios, além da incidência de juros e correção monetária. Os advogados deram à causa um valor inicial de R$ 56,3 mil.

Gabriel Vasconcelos chegou ao Timão na temporada de 2014 vindo do Fluminense. Após integrar a equipe sub-20, o atacante foi promovido ao profissional, mas não atuou em nenhuma partida e passou a ser emprestado. Foram cinco destinos diferentes: América-RJ, Joinville, Oeste, Ponte Preta, São Bento e Oeste, novamente. Seu vínculo terminou no fim de 2019.

Atualmente com 24 anos, o atacante integra o elenco do York9 FC, clube da primeira divisão do Canadá. Seus advogados, inclusive, já informaram à Justiça da sua indisponibilidade de participar da primeira audiência entre as partes na capital paulista, em janeiro de 2021.

No início de 2016, a pedido de Tite, Gabriel Vasconcelos, Matheus Pereira, Maycon e Claudinho foram treinar com o elenco principal no CT; apenas o volante se firmou posteriormente

No início de 2016, a pedido de Tite, Gabriel Vasconcelos (York9-CAN), Matheus Pereira (Barcelona B), Maycon (Shakhtar-UCR) e Claudinho (Red Bull Bragantino) foram treinar no elenco principal; só o volante teve chance na sequência

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O processo de Gabriel Vasconcelos é mais que o Corinthians sofre de natureza trabalhista nos últimos meses. Como já mostrou o Meu Timão, o clube neste momento tem quase 180 ações em andamento, entre elas, alguns ex-jogadores como Paulo Roberto, Jonathas, Paulo André, Chicão, Jucilei, Marcelo Mattos, Magrão, Clodoaldo, Diogo Rincón, Giovanni Augusto, Bill, Ibson, Manoel, William e Tcheco.

Isso sem falar em ex-funcionários do departamento de futebol, como o fisioterapeuta Julio Suman, o preparador de goleiros Mauri Lima e o fisiologista Daniel Portella, além do feminino com Karina Balestra e atletas de outros esportes. Até o ex-controller de Alberto Dualib, Marcos Roberto Fernandes, obteve vitória na Justiça do Trabalho.

Veja mais em: Processos do Corinthians, Ex-jogadores do Corinthians e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians encara o Fortaleza no Castelão com ótimo retrospecto

    VÍDEO: Corinthians encara o Fortaleza no Castelão com ótimo retrospecto

    ver detalhes
  • Adriana no jogo contra o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro Feminino, na Neo Química Arena

    Corinthians encara Palmeiras pela ida da semifinal do Paulistão Feminino; veja detalhes

    ver detalhes
  • Jogadores comemoram gol de Fábio Santos, contra o Coritiba, no Couto Pereira

    Corinthians visita Fortaleza para se consolidar na parte de cima do Brasileirão; saiba tudo

    ver detalhes
  • Raul Gustavo aparece em algumas equipes sugeridas pela torcida

    Torcida do Corinthians sugere escalação ideal para duelo contra o Fortaleza; veja tuítes

    ver detalhes
  • Cássio está motivado a brigar por melhores posições no Campeonato Brasileiro

    Cássio credita evolução do Corinthians a Mancini e diz que é hora de olhar para cima no Brasileirão

    ver detalhes
  • Thiaguinho está de volta ao Corinthians depois de empréstimo

    Após empréstimo, Thiaguinho tem volta ao Corinthians oficializada no BID

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: