Reforma do estatuto do Corinthians é tratada como prioridade por novo presidente do Conselho

4.8 mil visualizações 81 comentários

Por Meu Timão

Alexandre Husni quer reunir Conselho para debater estatuto do Corinthians

Alexandre Husni quer reunir Conselho para debater estatuto do Corinthians

Rodrigo Vessoni/Meu Timão

Eleito como novo presidente do Conselho Deliberativo do Corinthians nessa terça-feira, Alexandre Husni já sabe qual será sua primeira atitude no cargo importante: reformular o estatuto do clube. Ex-vice de Andrés Sanchez, o mandatário pretende começar esse processo em breve.

"Nós realmente falamos isso durante a campanha e reafirmo. Não é promessa eleitoral, não. É verdade. A primeira coisa que vamos fazer é convocar o Conselho, e vamos escolher um grupo para fazer uma reforma ampla, geral e transparente, porque a gente sabe de alguns problemas do estatuto", disse à Gazeta Esportiva.

Os temas a serem atualizados não foram revelados pelo presidente do Conselho, mas há uma série de demandas cobradas pela torcida nos últimos anos, como o formato de eleição presidencial do clube, que teve menos de 3 mil votos no ano passado.

Além da reforma estatutária, porém, Husni tem algo grande para se preocupar: em pleno janeiro de 2021, as contas de 2019 ainda não foram votadas. O processo, segundo ele, também deve começar em breve.

"Vou marcar o mais depressa possível. Acabei de ser eleito, vou ver o calendário, mas vai ser na primeira data disponível. Queremos fazer isso, queremos essa votação o quanto antes", finalizou.

De olho nas mudanças

Segundo colocado nas eleições presidenciais que elegeram Duilio Monteiro Alves, o oposicionista Augusto Melo também relatou o que deve ser prioridade na hora de rediscutir o estatuto.

"Queremos segundo turno nas eleições para o caso do vencedor não ter mais de 50% dos votos e o direito do "01" votar (dependente do associado titular, que no Corinthians é representado por uma maioria de mulheres). A gente também quer criar um módulo que permita o "Fiel Torcedor" votar, mas que também tenha de ficar sócio do clube. Tem de dar uma condição melhor para eles. E o ideal é que os próximos presidentes assumam responsabilidades com bens próprios em caso de endividamento do clube", concluiu.

Veja mais em: Eleições no Corinthians e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Ao vivo: Jogadores do Corinthians começam a ser negociados pra 2021 (veja a lista de dispensa e novos clubes)

    VÍDEO: Ao vivo: Jogadores do Corinthians começam a ser negociados pra 2021 (veja a lista de dispensa e novos clubes)

    ver detalhes
  • Germán Cano, atacante argentino do Vasco, está com 33 anos; atacante teve seu nome especulado no Corinthians, mas a diretoria não tem interesse

    Germán Cano no Corinthians na temporada 2021? Checamos!

    ver detalhes
  • Na virada do ano, Emerson Sousa (à direita) renovou seu contrato até 31 de dezembro de 2021; volante da equipe sub-23 não está nos planos e deve ser emprestado

    Corinthians libera mais três jogadores do Sub-23; um deles renovou no início do ano

    ver detalhes
  • Fessin, de 22 anos, será reemprestado pelo Corinthians; meia atuou 26 vezes pelo Bahia na temporada 2020, sendo 19 na Série A do Brasileiro

    Corinthians define situação do meia Fessin, que atuou pelo Bahia na última temporada

    ver detalhes
  • Éderson não tem espaço com Mancini e deve deixar o Timão por empréstimo

    Clube do Nordeste atravessa negociação e volante do Corinthians deve mudar destino

    ver detalhes
  • Defensor se firmou ao lado de Gil na defesa de Vagner Mancini

    Seis jogos sem tomar gol e nenhum drible sofrido: Jemerson mantém excelentes números no Corinthians

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x