Após nove anos, Diego Souza comenta duelo com Cássio na Libertadores: 'Era impossível espalmar'

21 mil visualizações 44 comentários

Por Meu Timão

Cássio realizou uma defesa histórica nas quartas de final da Libertadores de 2012

Cássio realizou uma defesa histórica nas quartas de final da Libertadores de 2012

Divulgação

Em 2012, o Corinthians conquistou a Copa Libertadores de forma invicta. Para muitos, a partida que marcou a força da equipe do Parque São Jorge e que decidiu o campeão da daquele ano foi o duelo contra o Vasco.

No duelo de ida, disputado no Rio de Janeiro, as equipes empataram sem gols. No confronto de volta, Paulinho garantiu a vitória do Timão por 1 a 0 nos minutos finais da partida. Mas, antes disso, o goleiro Cássio e Diego Souza travaram um duelo decisivo e particular. Em entrevista ao Resenha ESPN, o atacante falou sobre o lance pela primeira vez em nove anos.

Só deixaria a bola correr mais um pouquinho. Se eu chuto um pouquinho mais de perto, faria o gol, o Cássio não chegaria na bola”, disse Diego Souza ao ser questionado sobre o que faria de diferente naquele momento.

Em um jogo extremamente tenso, aos 18 minutos do segundo tempo, Diego Souza aproveitou um vacilo de Alessandro e, livre de marcação, partiu em direção ao gol defendido por Cássio.

“Eu ganho a jogada no meu campo, carrego a bola uns 70 metros e ele já está parado me esperando na marca do pênalti, de uma maneira em que ele se sentiu confortável. Eu levo a bola e penso que vou tirar dele e fazer o gol. Se ela entra na área, um meio metro a mais, ele não teria essa reação para chegar na bola, que foi bem batida. Mas são coisas que acontecem no futebol, esse foi o gol dele na competição”, disse o atacante.

Na entrada da área, o atacante chuta colocado no canto esquerdo e, a defesa que parecia impossível, aconteceu. Com uma ótima envergadura, Cássio se esticou e fez a defesa com a ponta dos dedos, evitando que a equipe carioca inaugurasse o placar.

Eu dou um tapa na bola e já saio para comemorar porque, por mais que ele encoste, era impossível ele espalmar. Eu estava consciente do que eu estava fazendo. Mas eu tiro muito, se de repente eu tiro um pouco menos, ele não teria força de tirar a bola do gol. Mas foi totalmente mérito dele e a capacidade técnica de chegar na bola”, explicou.

Eu me culpo por ter perdido aquele gol, não se pode perder um gol daquele em um jogo tão grande. Mas do outro lado tem grandes profissionais e foi o dia dele. Eu durmo tranquilo até hoje porque eu estava totalmente confortável (com o que estava fazendo), mas ele teve a felicidade de pegar”, finalizou.

Depois de eliminar o Vasco nas quartas de final, o Corinthians enfrentou o Santos nas semifinais da competição. Contra o rival, o Timão venceu fora de casa e garantiu um empate por 1 a 1 no Pacaembu - os resultados garantiram a equipe de Tite na final da competição contra o Boca Juniors, da Argentina. O empate heroico em Buenos Aires, seguido por uma noite inspirada de Emerson Sheik e companhia, levaram o Timão a inédita conquista da América.

Veja mais em: Cássio e Libertadores da América.

Veja Mais:

  • Willian volta à disposição do técnico Vítor Pereira

    Willian reforça o Corinthians em lista de 24 jogadores para enfrentar o Flamengo; veja nomes

    ver detalhes
  • Willian em ação durante treino do Corinthians, nesta segunda-feira

    Corinthians tem Willian em campo em último treino antes de enfrentar o Flamengo; veja provável time

    ver detalhes
  • Cambistas ficam em frente ao Maracanã para lugar com ingressos do setor visitante

    Cambistas vendem ingressos por mil reais para corinthianos no Rio de Janeiro

    ver detalhes
  • Mateus Vital pode ser negociado com o Real Valladolid, da Espanha

    Corinthians e time de Ronaldo Fenômeno negociam transferência de Mateus Vital

    ver detalhes
  • Corinthians decide uma vaga nas semifinais da Libertadores, nesta terça-feira, diante do Flamengo

    Como está seu nível de confiança para a classificação do Corinthians na Libertadores? Vote!

    ver detalhes
  • Corinthians e Palmeiras se enfrentam pelo Brasileirão neste sábado, às 19h, na Neo Química Arena

    Corinthians abre venda de ingressos para clássico contra o Palmeiras pelo Brasileirão; veja detalhes

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x