Corinthians é acionado na Justiça por Guilherme Romão, lateral que atuou em apenas dois jogos

18 mil visualizações 189 comentários

Guilherme Romão atuou em apenas dois jogos oficiais pelo Corinthians, no início de 2018

Guilherme Romão atuou em apenas dois jogos oficiais pelo Corinthians, no início de 2018

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O Corinthians terá de se defender de mais um processo. O lateral-esquerdo Guilherme Romão, que atuou em apenas dois jogos oficiais pelo clube, entrou com ação na Justiça do Trabalho. A primeira audiência na 84ª Vara do Trabalho de São Paulo está marcada para o dia 3 de março de 2021.

O jogador, que ficou sob contrato com o clube entre setembro de 2015 e abril de 2020, cobra Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) não depositado pelo clube, além de honorários advocatícios. Os advogados deram à causa um valor inicial de R$ 16,5 mil.

Romão chegou ao Corinthians para atuar na base em 2015 e foi campeão da Copinha em 2017. No ano seguinte foi promovido à equipe principal após a saída de Guilherme Arana, mas não conseguiu se firmar no elenco. Foram apenas quatro jogos, sendo dois amistosos e dois oficiais.

A curta trajetória de Romão na equipe profissional passa, diretamente, pela noite de 17 de janeiro de 2018, estreia da equipe de Fábio Carille naquela temporada.

Após ser aproveitado nos dois duelos da Florida Cup (PSV, da Holanda, e Rangers, da Escócia), Romão ganhou a tão sonhada chance de disputar seu primeiro jogo oficial pela equipe principal do Timão, diante da Ponte Preta, no Pacaembu.

O Corinthians, que teve um pênalti perdido por Jadson, acabou derrotado por 1 a 0. O lateral-esquerdo, nervoso, não fez um bom jogo e ainda foi expulso após receber dois amarelos no segundo tempo.

O combo nervosismo/desempenho ruim/expulsão/derrota na estreia findou a história de Romão no Corinthians - Juninho Capixaba foi colocado em seu lugar.

O lateral-esquerdo voltaria a jogar pelo Corinthians apenas mais dois minutos, contra o São Paulo, ao substituir Capixaba aos 43 do segundo tempo. Romão, então, foi preterido e, na sequência, emendou três empréstimos pelo interior paulista (Oeste, São Bento e Botafogo-SP).

Esta semana, Romão e a equipe de Ribeirão Preto acabaram rebaixados para a Série C do Brasileiro.

Amarga rotina

O processo de Guilherme Romão é mais que o Corinthians sofre de natureza trabalhista nos últimos meses. Como já mostrou o Meu Timão, o clube neste momento tem quase 180 ações em andamento, entre elas, alguns ex-jogadores como Paulo Roberto, Jonathas, Paulo André, Chicão, Jucilei, Marcelo Mattos, Magrão, Clodoaldo, Diogo Rincón, Giovanni Augusto, Bill, Ibson, Manoel, William, Tcheco, Jadson, Renê Júnior e Léo Príncipe.

Isso sem falar em ex-funcionários do departamento de futebol, como o fisioterapeuta Julio Suman, o preparador de goleiros Mauri Lima e o fisiologista Daniel Portella, além do feminino com Karina Balestra e atletas de outros esportes. Até o ex-controller de Alberto Dualib, Marcos Roberto Fernandes, obteve vitória na Justiça do Trabalho.

Veja mais em: Guilherme Romão, Processos do Corinthians e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Michel Macedo vai deixar o Corinthians

    Michel Macedo não viaja a Porto Alegre e se despede do Corinthians

    ver detalhes
  • Foto oficial do jogo contra o Palmeiras, na Arena Corinthians, pela final do Paulistão 2020

    FPF altera horários de jogos do Corinthians no Paulistão por conta de lockdown em São Paulo

    ver detalhes
  • VÍDEO: Mancini pede e Corinthians dá 9 joias para ataque e defesa: conheça o novo elenco de 2021

    ver detalhes
  • Éderson em ação contra o América-MG, nas oitavas de final da Copa do Brasil

    Corinthians negocia empréstimo de Éderson ao América-MG

    ver detalhes
  • Cafu só teve três chances com a camisa do Corinthians

    Diretor diz que opinião de treinador vai definir futuro de Cafu no Corinthians: 'Ou joga ou negocia'

    ver detalhes
  • Ao lado de Alessandro, Roberto Andrade voltou à diretoria do Corinthians em 2021; diretor ironizou proposta por Vital

    Diretor do Corinthians diz que proposta por Vital 'nem devia ter vindo' e explica situação de Walter

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x