Corinthians é acionado na Justiça por ex-atleta da natação, que pede até pensão vitalícia

31 mil visualizações 429 comentários

Arthur Pedroso, atualmente com 25 anos, foi atleta da natação do clube entre janeiro de 2009 e janeiro de 2020

Arthur Pedroso, atualmente com 25 anos, foi atleta da natação do clube entre janeiro de 2009 e janeiro de 2020

Reprodução/Internet

O Corinthians terá de se defender de mais um processo. Arthur Pedroso, que foi atleta da natação do clube entre janeiro de 2009 e janeiro de 2020, entrou com uma ação na Justiça do Trabalho e pede uma indenização no valor de R$ 1.511.103,33. A primeira audiência na 7ª Vara do Trabalho de São Paulo está marcada para o dia 14 de de julho.

O Meu Timão teve acesso ao processo. O advogado do atleta, de 25 anos, faz inúmeras alegações, sendo a mais substancial um pedido de pensão vitalícia em parcela única. Além disso, pede danos materiais, indenizações por danos morais e psíquicos, rescisão indireta e quitação de verbas rescisórias, além de honorários advocatícios de 15% sobre o valor bruto da condenação (veja abaixo os valores pedidos para cada alegação).

Na petição inicial, o atleta alega "condições de trabalho degradantes que ocasionaram sucessivas lesões físicas", "rotina rígida e excruciante de treinos que causaram efeitos em sua saúde física e mental", "agravamento de um quadro de rinite alérgica por conta da frequente exposição ao Cloro de Piscina (H-Cl), já que o clube não lhe fornecia nenhum tipo de equipamento para proteção individual" e ainda diz que "a maioria dos equipamentos necessários à execução das atividades, tais como óculos de natação, sungas de treino, trajes para competição, miniband, elástico de borda para piscina, nadadeira, snokel frontal, flutuador, etc., eram custeados do próprio bolso".

Arthur alega ainda que, em 2016, sofreu a sua primeira lesão "por conta da rotina pesada de treinos e, a partir de então, iniciou-se um longo processo de arbitrariedades por parte do clube, que negligenciou o tratamento e o período de recuperação, sendo obrigado a participar de competições com dois ligamentos rompidos". O ex-atleta diz ainda que "uma nova lesão em outubro de 2018 não foi tratada com a devida importância".

O atleta ainda garante que foi "desamparado pelo clube", "que cobrou do seu treinador o fornecimento do adequado tratamento, entretanto, como resposta, foi chamado de 'ingrato' e dispensado dos treinos sem maiores orientações, obrigando-lhe a procurar tratamento por conta própria". O reclamante diz que, após reclamações, iniciou um tratamento em fevereiro de 2020 "mais de 4 quatro meses depois da sua última lesão" e que, mesmo assim, "o tratamento foi apenas para 'camuflar' a dor e dar continuidade aos treinos".

Arthur garante que "o suposto tratamento não apenas foi ineficaz para viabilizar a participação do reclamante na seletiva olímpica, como lhe ceifou qualquer chance
de recuperação plena, ocasionando, assim, incapacidade permanente para o esporte".

A reportagem do Meu Timão entrou em contato com a assessoria de imprensa do Corinthians. A informação passada foi de que o departamento jurídico do clube ainda não foi notificado sobre o processo iniciado por Arthur Pedroso e não irá se manifestar.

Veja abaixo as reclamações e seus respectivos pedidos de indenização

  • Doença ocupacional (pensão vitalícia) - R$ 1.410.000,00;
  • Danos materiais - R$ 8.850,00
  • Danos morais e psíquicos - R$ 12.500,00
  • Rescisão indireta e verbas rescisórias (13º, férias, FGTS, salários atrasados, aviso prévio, multas, etc) - R$ 79.753,33
  • Honorários advocatícios - 15% do valor bruto
  • Valor total - R$ 1.511.103,33

Veja mais em: Natação, Processos do Corinthians e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians volta a entrar em campo pelo Paulistão neste domingo

    Corinthians visita Guarani pela retomada do Campeonato Paulista; saiba tudo

    ver detalhes
  • Corinthians desconhece interesse do Fluminense na contratação de Cazares

    Corinthians desconhece interesse do Fluminense por Cazares, mas faz ponderação

    ver detalhes
  • Fedato (quinto da esquerda para a direita) deixou o Corinthians para atuar no futebol árabe

    Fisiologista deixa o Corinthians após dez anos para atuar no futebol árabe com Mano Menezes

    ver detalhes
  • Mancini fez algumas ressalvas, mas se mostrou satisfeito com os meninos vindos da base

    Mancini demonstra satisfação com jovens da base e explica processo de adaptação na 'nova realidade'

    ver detalhes
  • Elenco do Corinthians fica no CT Joaquim até até o próximo dia 16

    Elenco do Corinthians inicia 'bolha' no CT para as próximas três partidas do Paulistão

    ver detalhes
  • Vitinho relembrou toda sua trajetória no Corinthians até sua estreia no profissional

    Vitinho relembra trajetória no Corinthians, dificuldade com Covid e garante 'muita raça' no clube

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x