Zanotti diz que joga com alegria no Corinthians e ironiza ausência na Seleção: 'Se souber, me avisa'

1.1 mil visualizações 13 comentários

Por Meu Timão

Arthur e Zanotti em mais um treinamento do Corinthians Feminino

Arthur e Zanotti em mais um treinamento do Corinthians Feminino

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

A meia do Corinthians, Gabi Zanotti, voltou a tocar no assunto Seleção nesta sexta-feira. Ignorada entre as convocadas por Pia Sundhage para as sessões de treinamento e amistosos realizados pelo Brasil desde 2020, a armadora admitiu que não entende o motivo de ser deixada fora da relação.

"Sempre quando me fazem essa pergunta falo a mesma coisa: não sei. Talvez seja por opção da comissão técnica. Mas se alguém souber o motivo, me avisa", comentou a jogadora de 36 anos em entrevista à Folha de S. Paulo, das atletas mais destacadas da multicampeã fase recente do Timão.

"Hoje, a seleção não vai fazer diferença na minha vida. Estou feliz no Corinthians, é onde eu realmente jogo com alegria, com prazer, isso é o mais importante para mim", continuou a jogador corinthiana.

Além dos comentários sobre Seleção, a entrevista ainda relembrou o momento em que a hoje experiente corinthiana atuou ao lado da mãe, Nailza, no Nacional de Itaguaçu, cidade do interior do Espírito Santo, terra natal da família.

Gabi tinha 15 anos quando dividiu o gramado com a mãe, à época com 35. A corinthiana jogava no ataque, enquanto Nailza era zagueira. "Ela não aliviava nem para mim. Era competitiva também. Está no perfil da família", conta a camisa 10.

Durante seis anos, ela conta que alternou entre o futebol de areia e o futsal, até fazer a transição definitiva para o futebol de campo aos 21 anos, época em que morava nos Estados Unidos e estudava na universidade Franklin Pierce, em New Hampshire.

Para ela, apesar de os EUA terem mais estrutura para o futebol feminino, o Brasil leva vantagem no quesito mão de obra. "Os profissionais que a gente tem hoje no Brasil são melhores", concluiu.

Veja mais em: Corinthians Feminino.

Veja Mais:

  • Em 2016, o Corinthians comprou 50% dos direitos econômicos de Marlone por R$ 4 milhões; pelo acordo, o Timão pagaria duas parcelas de R$ 500 mil e outras 20 parcelas mensais de R$ 150 mil

    Corinthians tenta efeito suspensivo para evitar cobrança de R$ 2,1 milhões na Justiça, que é negado

    ver detalhes
  • Último jogo do Corinthians no domingo à tarde na Neo Química Arena foi contra o Vasco, no Brasileiro

    Corinthians vai atuar pela primeira vez na temporada em um domingo à tarde; relembre horários

    ver detalhes
  • Pedrinho anota o primeiro gol do Corinthians no Brasileirão Sub-17

    Corinthians supera o Internacional e estreia com vitória no Brasileirão Sub-17

    ver detalhes
  • Corinthians conheceu detalhes de seu último compromisso na fase de grupos do Paulista

    Jogo entre Corinthians e Novorizontino é confirmado à tarde; jogos da rodada serão no mesmo horário

    ver detalhes
  • Camacho em ação contra o Atlético-GO pelo Campeonato Brasileiro do ano passado

    CBF define data e horário para a terceira fase da Copa do Brasil; Corinthians encara o Atlético-GO

    ver detalhes
  • Fábio Carille não esconde incômodo com declaração de Andrés Sanchez

    Carille diz que ficou 'muito chateado' com declaração de Andrés Sanchez: 'Não falo mais com ele'

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x