Corinthians bate recorde de finalizações com Mancini, mas não exige grandes defesas de goleiro

2.0 mil visualizações 55 comentários

Por Meu Timão

Timão só acertou seis chutes no gol adversário

Timão só acertou seis chutes no gol adversário

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Na noite desta sexta-feira, o Corinthians voltou a atuar na Neo Química Arena. Com atuação questionada pela Fiel, a equipe alvinegra empatou por 1 a 1 com o São Bento. Apesar das críticas, o time conseguiu bater um recorde positivo no confronto.

Com 28 finalizações, o Timão bateu o recorde de chutes desde a chegada de Vagner Mancini no ano passado. O time cresceu de produção no segundo tempo e, além do gol marcado em cobrança de pênalti, assustou o São Bento em outros lances - sobretudo com bolas aéreas.

A quantidade alta, no entanto, é inversamente proporcional a eficiência do time. Foram apenas seis chutes no gol, totalizando 21% de pontaria. Outra confirmação do desempenho ruim no quesito é que o goleiro adversário não fez nenhuma defesa difícil nos 90 minutos de partida.

Nas redes sociais, um dos nomes mais criticados foi Vagner Mancini justamente pela produção ruim de seu setor ofensivo. Alternativa no segundo tempo, Jô foi um dos mais questionados ao lado do comandante.

Veja mais em: Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Neo Química Arena será o local do embate neste domingo

    Saiba como assistir à despedida do Corinthians da fase de grupos do Paulistão 2021

    ver detalhes
  • Reservas vão entrar em campo pela última rodada da primeira fase do Paulistão

    Já classificado, Corinthians encara o Novorizontino em despedida antes do mata-mata do Paulistão

    ver detalhes
  • Timão faz clássico na Fazendinha

    Corinthians recebe o Palmeiras para se recuperar de derrota no Brasileirão Feminino; saiba tudo

    ver detalhes
  • Donelli deve ter nova chance na meta alvinegra com ausência de Cássio

    Corinthians não relaciona titulares para duelo contra o Novorizontino; veja lista completa

    ver detalhes
  • Em 2016, o Corinthians comprou 50% dos direitos econômicos de Marlone por R$ 4 milhões; pelo acordo, o Timão pagaria duas parcelas de R$ 500 mil e outras 20 parcelas mensais de R$ 150 mil

    Corinthians tenta efeito suspensivo para evitar cobrança de R$ 2,1 milhões na Justiça, que é negado

    ver detalhes
  • Reservas foram a campo para último treino antes de duelo pelo Paulistão

    Corinthians faz último treino antes de encarar o Novorizontino no domingo; veja possível time

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x