Mancini concorda que Corinthians passou vergonha no Uruguai, mas não aponta culpados

3.5 mil visualizações 117 comentários

Por Meu Timão

Corinthians foi presa fácil para o adversário na noite desta quinta-feira

Corinthians foi presa fácil para o adversário na noite desta quinta-feira

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

O técnico Vagner Mancini concordou que o Corinthians passou vergonha na noite desta quinta-feira, diante do Peñarol, no estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu. Para o treinador, no entanto, isso não determina que o trabalho atual seja ruim ou esteja em um baixo nível.

"Eu concordo (que foi vergonha). Lamentável a gente chegar em uma situação dessa, porém, com tudo aquilo que foi, a situação do ano, a gente tem que levantar a cabeça", comentou o treinador, falando em noite de lamentação para todos no elenco.

"É triste, a gente lamenta muito, sabe que o torcedor está chateado com razão. Nós tínhamos esperanças, iniciamos empatando no Paraguai, depois perdemos em casa e hoje também. Ficamos muito abaixo do que poderíamos ter mostrado. Agora, a gente vem tendo uma dificuldade de calendário, sem poder escalar a mesma equipe. E isso atrapalhou", continuou.

O comandante alvinegro ainda fez questão de dar os méritos ao time do Peñarol, felicitando a partida feita pela equipe uruguaia, principalmente no começo de jogo fulminante dentro de campo.

"Saber que nós enfrentamos uma equipe que foi muito bem na partida, mas que teve espaços para isso. Acabamos tomando o gol muito cedo e depois outro em seguida, fez com que o que seria difícil se tornasse ainda mais difícil. Por mais que a gente tenha feito ajustes no intervalo, substituições, achei até que o Corinthians jogou um pouco melhor, mas foi muito distante daquilo que nós achamos ideal", observou.

Mancini ainda evitou culpar atletas individualmente pela performance, mas rebateu uma pergunta que dizia que o time entrou com um 4-4-2. Segundo ele, o esquema utilizado foi mais uma vez o 3-6-1, mas mudou com cinco minutos do primeiro tempo.

"Ele (o repórter) não entendeu o jogo porque o esquema adotado hoje foi um esquema com três zagueiros e o Xavier entrou como zagueiro. Acontece que a gente tomou o gol muito cedo e o segundo atacante dele fechou no meio-campo, aí ele teve que adiantar a marcação", afirmou, antes de concluir.

"Eu não posso de maneira alguma localizar algum setor do campo, seria injusto da minha parte, o time inteiro teve um desempenho abaixo. Temos que olhar que o principal jogador do Peñarol foi o Torres e estava jogando por aquele setor, mas do outro lado o Peñarol também levou vantagem. Temos que olhar de maneira coletiva, não de um ou outro jogador. Nunca fiz isso e não faria hoje. Entrou com o sistema de três zagueiros e não conseguiu implementar na partida. E pode ter parecido que de um lado ou de outro levou vantagem, mas também tem o fator do lado esquerdo do Peñarol ser mais forte", concluiu.

Veja mais em: Vagner Mancini e Copa Sul-Americana.

Veja Mais:

  • Jô (segundo da esquerda para a direita) voltou aos treinos nesta sexta-feira

    Treino do Corinthians no CT Joaquim Grava tem retorno de Jô e trabalho de bolas paradas

    ver detalhes
  • Éderson foi emprestado pelo Corinthians e mostrou evolução no Fortaleza

    Jornalista analisa evolução de Éderson e simula 'encaixe' do jogador no meio campo do Corinthians

    ver detalhes
  • Cesar Grafietti falou sobre a situação financeira do Corinthians

    Economista analisa momento do Corinthians e expõe alternativa para clube não depender de contratação

    ver detalhes
  • Erika, Adriana e Tamires são três das cinco corinthianas convocadas para os Jogos Olímpicos de Tóquio

    Corinthians tem cinco convocadas para representar a Seleção Feminina nos Jogos Olímpicos de Tóquio

    ver detalhes
  • Detalhes da nova camisa rachada do Corinthians que você não vê na TV | Unboxing modelo 2021/22

    VÍDEO: Detalhes da nova camisa rachada do Corinthians que você não vê pela TV | Unboxing

    ver detalhes
  • Guilherme permaneceu no Parque São Jorge apenas entre janeiro de 2016 e março de 2017, sendo emprestado na sequência para Athletico Paranaense, Bahia e Fluminense, sempre com parte ou a totalidade do salário pago pelo Corinthians

    Justiça: Corinthians é condenado a pagar dívida referente à aquisição do meia Guilherme em 2016

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x