Análise: Corinthians colhe o que plantou no jogo de ida e cai na Copa do Brasil

3.3 mil visualizações 121 comentários

Corinthians não conseguiu fazer o que precisava para se classificar, ainda que tenha sido prejudicado

Corinthians não conseguiu fazer o que precisava para se classificar, ainda que tenha sido prejudicado

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

O Corinthians, ao meu ver, não fez um jogo ruim contra o Atlético-GO, mas teve uma eliminatória péssima na soma com o primeiro jogo. Tentou passar com o seu gol ileso na maior parte do tempo e buscou saídas esporádicas para abrir o placar. Executou o plano bem e, prejudicado pela arbitragem, até poderia ter passado de fase. Isso não o exime de críticas pela vexatória eliminação, colhida no duelo de ida.

Defensivamente mais uma vez esteve bem postado para ganhar as bolas no meio-campo e tentar escapadas pela direita. A diferença, porém, foi que o lateral direito não era Fagner e sim Méndez, um zagueiro improvisado. Ou seja, coube a Mosquito buscar as suas jogadas já características por ali, com bom resultado em algumas ocasiões.

O problema, repito, foi precisar de um resultado dilatado fora de casa com uma equipe que, se não estiver postada desse jeito, oferece ao adversário muitas chances de gol, como foi provado durante toda essa temporada. Sem a segurança de soltar o time, Sylvinho esperou até onde achou necessário para ir à frente.

Eu teria voltado com uma equipe mais ofensiva já no intervalo, aproveitando os bons passes de Cantillo e que um gol, já àquela altura, pouco mudaria o cenário. O time ainda quase chegou com bom passe de Cantillo para Mosquito, que tentou cavar sobre Fernando Miguel e parou em boa defesa do goleiro.

A partir dos 25 minutos o treinador ativou o modo ofensivo, claramente tardiamente, e mandou a campo Mateus Vital, Jô e Adson para tentar lotar a área adversária. Outra vez houve apenas um lance, com Adson recebendo em condição após desvio de Jô e chutando para fora, mas era pouco para quem precisava de 2 a 0.

Em tempo: o erro da arbitragem ao não dar um pênalti e expulsar Maranhão ainda no primeiro tempo foi claro, somado ao fato de Fagner só não estar jogando por um vermelho injusto no jogo de ida. Não foi só por isso, porém, que a equipe acabou eliminada. Talvez se repetisse o desempenho desta noite na ida, estaria comemorando a classificação.

Veja mais em: Copa do Brasil.

Veja Mais:

  • Corinthians enfrenta o Palmeiras neste sábado pelo Brasileirão

    Confira a única maneira de assistir ao clássico entre Corinthians e Palmeiras na TV

    ver detalhes
  • Empresa BF2 tem três ações contra o Corinthians por dívidas antigas

    Corinthians sofre triplo pedido de penhora da mesma empresa; valor é milionário

    ver detalhes
  • Corinthians perde para o Athletico Paranaense por 2 a 0, no Parque São Jorge

    Corinthians cai de produção no segundo tempo e perde para Athletico no Brasileirão Sub-17

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade falou sobre a possibilidade do Corinthians contratar novos jogadores

    Roberto de Andrade fala sobre reforços para segundo semestre e critica mercado

    ver detalhes
  • Corinthians perdeu para o Magnus, no Parque São Jorge

    Corinthians demonstra reação no final, mas não consegue evitar derrota para o Magnus na LNF

    ver detalhes
  • Corinthians, de Fagner e Gil, tenta uma vitória no Allianz Parque

    Corinthians visita o Palmeiras para tentar iniciar recuperação na temporada; saiba tudo sobre o jogo

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x