Corinthians gastou R$ 68,6 milhões com jogadores que estão emprestados; Bruno Méndez é o mais caro

23 mil visualizações 353 comentários

Everaldo (Sport), Éderson (Fortaleza) e Bruno Méndez (Inter) são três dos 17 que, neste momento, estão emprestados pelo Corinthians

Everaldo (Sport), Éderson (Fortaleza) e Bruno Méndez (Inter) são três dos 17 que, neste momento, estão emprestados pelo Corinthians

Rodrigo Coca / Agência Corinthians

O Corinthians vive uma crise financeira nos últimos anos. Uma das causas para isso é a quantidade de jogadores que estão emprestados e custaram dinheiro na aquisição. Essa é a condição de 12 dos 17 atletas que, neste momento, estão cedidos a outros clubes. Bruno Méndez, para o Internacional, é o último.

O levantamento exclusivo do Meu Timão, com base no último balanço do clube, mostra que o Corinthians gastou nada menos do que R$ 68,6 milhões com direitos econômicos desses 12 jogadores emprestados. São eles:

  • Michel Macedo (lateral, emprestado ao Juventude) - R$ 1,1 milhão
  • Bruno Méndez (zagueiro, emprestado ao Internacional) - R$ 21,9 milhões
  • Ederson (volante, emprestado ao Fortaleza) - R$ 2,6 milhões
  • Richard (volante, emprestado ao Atlhetico-PR) - R$ 10,4 milhões
  • Matheus Jesus (volante, emprestado ao Juventude) - R$ 7 milhões
  • Sornoza (meia, emprestado ao Tijuana-MEX) - R$ 11,5 milhões
  • Fessin (meia, emprestado ao Ponte Preta) - R$ 2 milhões
  • Madson (atacante, emprestado ao Santa Cruz) - R$ 2,4 milhões
  • Everaldo (atacante, emprestado ao Sport) - R$ 3,5 milhões
  • André Luis (atacante, emprestado ao Atlético-GO) - R$ 3,5 milhões
  • Janderson (atacante, emprestado ao Atlético-GO) - R$ 700 mil
  • Davó (atacante, emprestado ao Guarani) - R$ 2 milhões

Além dos doze jogadores mencionados acima, o Corinthians tem outros cinco jogadores emprestados. Porém, pelo tempo de casa e/ou por ser oriundo da base, não se tem informação sobre compra dos direitos econômicos. São eles: Walter (Cuiabá), Caetano (CRB), Marquinhos (Sport), Nathan Palafoz (Racing de Ferrol-ESP) e Jonathan Cafu (Cuiabá).

Bruno Méndez, o último a ser incluído na lista, é o maior investimento do Corinthians entre todos os emprestados. Para tirá-lo do Montevideo Wanderers-URU em 2019, o Timão pagou US$ 3,5 milhões (parcelados em quatro vezes). O clube já quitou a pendência, apesar do pagamento de algumas parcelas ter sido feito em atraso.

É esse tipo de investimento equivocado que ajuda a explicar a atual situação financeira do Corinthians que, desde janeiro, após a entrada de Duilio Monteiro Alves na presidência, não contratou nenhum reforço para o elenco profissional.

Veja mais em: Michel Macedo, Bruno Méndez, Matheus Jesus, Sornoza, Madson de Souza, Janderson, André Luis, Everaldo, Fessin, Éderson, Matheus Davó, Richard, Mercado da bola e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians venceu o Cuiabá nesta segunda-feira

    Corinthians bate o Cuiabá fora de casa e volta a vencer no Campeonato Brasileiro

    ver detalhes
  • Adson comemora gol marcado com Gustavo Mosquito e Gabriel

    Adson é eleito o melhor em campo em vitória do Corinthians; meia fica perto de nota mínima

    ver detalhes
  • Autor do segundo gol do Corinthians, Adson foi um dos destaques positivos para a Fiel

    Elogios a Roni e Adson e críticas à postura no segundo tempo: Fiel repercute vitória do Corinthians

    ver detalhes
  • Giuliano foi o primeiro reforço do Corinthians na temporada; além dele, meia Renato Augusto retornou ao clube

    Sylvinho evita prever estreias de Renato Augusto e Giuliano ao analisar condição física dos meias

    ver detalhes
  • Corinthians está na décima colocação do Campeonato Brasileiro

    Corinthians vence Cuiabá e vai à décima colocação do Campeonato Brasileiro

    ver detalhes
  • Adson foi titular pela primeira vez com Sylvinho contra o Cuiabá

    Sylvinho elogia Adson, explica processo de adaptação e vê oportunidades para a base no Corinthians

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x