Corinthians faz acordo com Bruno Paulo na Justiça do Trabalho; veja os detalhes

17 mil visualizações 233 comentários

Bruno Paulo ficou sob contrato com o clube entre maio de 2016 e julho de 2019

Bruno Paulo ficou sob contrato com o clube entre maio de 2016 e julho de 2019

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O departamento jurídico do Corinthians conseguiu mais um acordo na Justiça do Trabalho. Trata-se dos termos definidos para a retirada do processo do atacante Bruno Paulo, que foi iniciado no último mês de março. O Meu Timão teve acesso ao acordo homologado pelo juiz Renato Sabino Carvalho Filho, da 62ª Vara do Trabalho de São Paulo.

Pelo acordo, o Corinthians se comprometeu a zerar até 30 de setembro a pendência de Fundo de Garantia por Tempo de Serviço no valor de R$ 76,2 mil, que ainda serão acrescidos de multas, juros e correções monetárias nos termos da lei que rege o FGTS. A não quitação renderá uma multa de 30% sobre a dívida.

Além disso, o Corinthians se comprometeu a pagar outros R$ 6 mil a título de honorários advocatícios ao escritório que iniciou a ação na Justiça do Trabalho. A não quitação renderá uma multa de 20% sobre a dívida.

Bruno Paulo ficou sob contrato com o clube entre maio de 2016 e julho de 2019, com salários acordados de R$ 80 mil (1º ano), R$ 90 mil (2º ano) e R$ 100 mil (3º ano), além de luvas (bônus) no valor de R$ 270 mil.

Lesão na chegada e apenas um jogo

O atacante foi contratado pelo Corinthians mesmo com uma lesão ligamentar no pé esquerdo, que necessitou de uma intervenção cirúrgica. Na época, o jogador foi elogiado por ter sido sincero em apontar o problema, que teve de conviver no último mês de Osasco Audax.

Quando tentava ficar à disposição, Bruno Paulo teve de passar por mais uma cirurgia, desta vez, para a correção de uma hérnia lombar. O jogador só conseguiu estrear oito meses depois, no início de 2017 - amistoso contra a Ferroviária, em fevereiro de 2017, em Itaquera.

Foi sua única chance de vestir a camisa do Timão. Bruno Paulo passou a ser emprestado com salários pagos pelo Corinthians, vestindo as camisas de Santa Cruz, CRB e Brasil-RS.

Já sem vínculo com o Timão, Bruno Paulo disputou a Série B de 2020 pelo Guarani e, nos últimos dias, acertou com o Rayong FC, da Tailândia.

Veja mais em: Bruno Paulo, Diretoria do Corinthians e Processos do Corinthians.

Veja Mais:

  • A equipe sub-23 do Corinthians não tem mais calendário em 2021 após a eliminação no Campeonato Brasileiro de Aspirantes

    Corinthians sub-23 fica sem calendário para o ano; diretoria estuda extinguir a categoria

    ver detalhes
  • Em quatro anos sob contrato com o Corinthians, Marlone disputou 50 jogos e marcou nove gols, um deles candidato ao Prêmio Puskás da Fifa (2016)

    Corinthians sofre bloqueios judiciais por dívida com a Penapolense e fica sem quase R$ 3 milhões

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians pode voltar ao estádio já no mês de outubro

    Governo de São Paulo libera público nos estádios a partir de outubro; CBF marca reunião com clubes

    ver detalhes
  • Time feminino do Corinthians ilustrou o vídeo de divulgação da nova campanha

    Corinthians convoca torcida feminina para canto inédito; ação faz parte de lançamento da nova camisa

    ver detalhes
  • Matheus Alexandre foi emprestado pelo Corinthians até o final de 2021

    Corinthians acerta empréstimo de Matheus Alexandre para o Coritiba

    ver detalhes
  • O bom clima no vestiário do Corinthians foi valorizado no vídeo de bastidores do Dérbi

    Pedidos por jogo inteligente e leveza dentro de campo marcam bastidores do Corinthians no Dérbi

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x