Corinthians encerra Brasileirão Feminino 2021 com o melhor ataque de sua história na competição

870 visualizações 14 comentários

Vic Albuquerque foi a artilheira do Brasileirão Feminino com 10 gols marcados

Vic Albuquerque foi a artilheira do Brasileirão Feminino com 10 gols marcados

Danilo Fernandes / Meu Timão

No último domingo, o Corinthians venceu o Palmeiras por 4 a 1 no placar agregado e conquistou o tricampeonato brasileiro. O time comandado por Arthur Elias encerrou a campanha no Brasileirão Feminino com seu melhor ataque na história da competição.

Em retrospecto, foram 64 gols marcados em 21 jogos disputados. O Timão contou com goleadas "simples" desde o 4 a 0 contra o Internacional, válido pela quarta rodada, até o 8 a 2 em cima do São José, duas rodadas depois. Este último foi o maior placar construído na temporada, junto ao 6 a 0 contra o Kindermann, já na reta final do campeonato.

A artilharia do Brasileirão terminou com Vic Albuquerque, que balançou a rede adversária dez vezes. A camisa 17 foi protagonista ao lado de Adriana, visto que juntas, as atletas foram responsáveis por 40% dos gols corinthianos.

Até então, o ano em que o clube do Parque São Jorge mais havia balançado as redes adversárias era 2019, com 62 tentos a favor. Na época, o campo ofensivo tinha nomes que ainda fazem parte do elenco alvinegro, como Gabi Zanotti, Vic Albuquerque, e Cacau, e atletas que hoje defendem outros clubes, como Millene, Giovanna Crivelari e Gabi Nunes - veja a lista com todos os anos abaixo.

A campanha de 2019 foi idêntica a de 2021, com 18 vitórias, dois empates e apenas uma derrota. Entretanto, o final não foi tão feliz como o protagonizado neste último domingo. Na ocasião, o time de Arthur Elias enfrentou a Ferroviária e perdeu o título na decisão por pênaltis.

O ano em que o Timão menos marcou gols foi justamente em 2016, quando ingressou ao Brasileirão Feminino. Foram 23 bolas na rede em dez partidas disputadas. Vale ressaltar que os anos de 2017 e 2018 tiveram 20 jogos, um a menos do que a competição dispõe desde 2019.

Confira o retrospecto de gols marcados no Brasileirão Feminino

  • 2016 - 23 gols a favor
  • 2017 - 54 gols a favor
  • 2018 - 47 gols a favor
  • 2019 - 62 gols a favor
  • 2020 - 57 gols a favor
  • 2021 - 64 gols a favor

Artilharia do Corinthians no Brasileiro Feminino 2021

JogadorGolsJogosGols por jogo
Victória Albuquerque 10190.53
Gabi Nunes 9110.82
Jheniffer 8140.57
Adriana 5170.29
Giovanna Crivelari 490.44
Gabi Portilho 4180.22
Gabi Zanotti 4190.21
Tamires 3180.17
Grazi 2130.15
Erika 2140.14
Andressinha 2170.12
12º Cacau 170.14
12º Miriã 170.14
12º Poliana 190.11
12º Giovanna Campiolo 1100.10
12º Katiuscia 1170.06
12º Ingryd 1180.06
12º Yasmim 1190.05

Veja mais em: Tricampeonato do Brasileiro Feminino e Corinthians Feminino.

Veja Mais:

  • Pressão sobre Sylvinho cresceu depois da derrota do Corinthians para o São Paulo, na última segunda-feira

    Duilio banca permanência de Sylvinho mesmo em caso de derrota do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians caiu para a sétima posição na tabela, mas terá confronto direto na próxima rodada

    Corinthians perde uma posição no Brasileirão após empate do Internacional; veja classificação

    ver detalhes
  • Camisa 11 do Corinthians esteve presente em todo o treinamento desta quinta-feira

    Corinthians tem volta de Renato Augusto e Giuliano em treino; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Corinthians bateu a Ferroviária por 1 a 0 no jogo de ida da semifinal do Paulistão Feminino

    Corinthians explica motivo de mandar semifinal do Paulistão Feminino na Arena Barueri; veja nota

    ver detalhes
  • Corinthians TV não pode ser palco de ofensas a Sylvinho e Cássio

    [Andrew Sousa] Corinthians TV não pode ser palco de ofensas a Sylvinho e Cássio

    ver detalhes
  • Prefeitura de São Paulo cobra mais de R$ 15 milhões de IPTU do Corinthians referente aos anos de 2016 e 2017

    Corinthians tem pedido contra cobrança de R$15,4 milhões de IPTU negado pela Justiça

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x