Sylvinho fala sobre seu trabalho no Corinthians e cita críticas da torcida: 'Sabemos o limite'

4.4 mil visualizações 117 comentários

Sylvinho falou muito sobre a essência do Corinthians em coletiva nesta sexta-feira

Sylvinho falou muito sobre a essência do Corinthians em coletiva nesta sexta-feira

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Na tarde desta sexta-feira, Sylvinho concedeu entrevista no CT Joaquim Grava. Essa foi a primeira vez que o treinador falou com a imprensa sem ser em coletivas pós-jogo desde maio. O técnico avaliou o seu trabalho no Corinthians.

“É um período curto, bom, mas já dá para ver coisas. Nós entendemos que existe uma organização muito sadia. É muito saudável dentro do grupo. Todo um processo defensivo, sincronizado, a gente vê. Isso faz parte de uma organização inteira defensiva, por isso muitas vezes eu digo a parte defensiva não é somente esses quatro atletas que fazem parte ali, é todo um sistema sincronizado que você vai buscando movimentos. E eu vejo ele com uma grande melhoria, vejo uma construção com o Cantillo, antes com Gabriel e Roni, depois com Vitinnho e agora com Renato Augusto e Giuliano. Entendo que esse tripé tem funcionado muito bem, mas de formas diferentes, porque, no futebol, as peças se mexem e nós vamos estudando e buscando o melhor. Entendo que essa parte defensiva, essa construção de meio-campo tem funcionado e é parte da sequência que a gente quer para o futuro”, avaliou Sylvinho, que chegou ao Corinthians no mês de maio.

"Ficamos felizes e entendemos juntos que futebol é equilíbrio, nós entendemos como complexo, uma estrutura toda junto que você tem que trabalhar. Eu entendo que da parte do trabalho, no futebol, quando tem o equilíbrio, o trabalho, a chance de ganhar o jogo ela aumenta e esses números começam a melhorar. É toda uma estrutura, os números ajudam e nos norteiam, estamos satisfeitos, acredito que isso parte de um equilíbrio de time que estamos buscando e queremos melhorar", continuou o treinador.

Nas redes sociais, principalmente no Twitter, o torcedor vem criticando muito o trabalho de Sylvinho no Corinthians. Para o treinador, porém, existe um limite para as críticas, mesmo em um período de muito extremismo.

"Eu vou ser muito sintético. Todos nós sabemos o que é limite e o que não é. O que é aceitável e o que não é. Obviamente que tenho bons maestros, o Tite e o Mancini. No nosso tempo são quase 16 horas dentro do clube, depois em casa trabalhando. Jogos que não acabam. A preocupação de estar o tempo todo cuidando dos atletas, da relação. Não temos tempo para estar em redes sociais. A resposta é: todos os seres humanos sabem o limite. Estamos vivendo momentos extemos, difíceis, estamos. E todos nós sabemos onde está limite", disse Sylvinho.

Preleção com discurso sobre o Paulistão de 1977

No vídeo de bastidores da vitória contra o Fluminense, a CorinthiansTV captou um belo momento de Sylvinho. O treinador relembrou o título paulista de 1977 e pediu o mesmo espiríto para seus jogadores.

"Eu saí daqui, mas conheço a essência do clube. Tanto quanto ajuda ter o cenário que nós temos, de funcionários, presidente, a diretoria que eu já conheço há décadas. Essa é uma grande vantagem, do nosso terrão, óbvio que o torcedor do Corinthians gosta de ver o time bem posicionado, jogando bem, com boa posse. É mentira falar que não, futebol bem jogado é bonito de se ver. Mas, o nosso torcedor é apaixonado por suor, ele respira isso e nós temos que respirar também. Então, de uma certa forma, é simples para se passar para o nosso atleta esse entendimento das raízes do clube", falou o treinador sobre o estilo de ser do Corinthians.

"E não me dá medo, sobretudo porque esse atleta já vem da base, já conhece isso, quando ele chega aqui ele não tem dúvida nenhuma, ele sabe que ele vai entregar 100% todo dia. Não só jogo, treinamento, é um entrega total. É a essência do clube, da camisa. Nós não temos pretensão nenhum que o clube pareça a nossa cara, o clube é o Corinthians, é história de tantos anos atrás. É suor, de vez em quando tem aquele sangue que representa a entrega', finalizou Sylvinho.

Veja mais em: Sylvinho e História do Corinthians.

Veja Mais:

  • Danilo Avelar deve deixar o Corinthians em 2022

    Danilo Avelar recebe propostas e pode deixar o Corinthians em 2022

    ver detalhes
  • Em transição, Cantillo participou da primeira parte do treino do Corinthians nesta segunda-feira

    Corinthians se reapresenta e inicia preparação para última rodada do BR-2021; Cantillo faz transição

    ver detalhes
  • Com a volta da Fiel, Sylvinho deixa lanterna e ultrapassa quatro treinadores na Neo Química Arena

    Sylvinho melhora aproveitamento e ultrapassa quatro ex-técnicos do Corinthians na Neo Química Arena

    ver detalhes
  • Elenco do Corinthians inicia última preparação da temporada nesta segunda-feira pela manhã

    Última rodada do Brasileirão, final do Paulista Feminino e basquete marcam agenda do Corinthians

    ver detalhes
  • Renato Augusto fez uma pintura contra o Grêmio

    Renato Augusto faz golaço, Corinthians busca o empate e deixa Grêmio mais perto da Série B

    ver detalhes
  • Corinthians e São Paulo definem o campeão paulista na próxima quarta-feira

    Saiba como garantir ingressos para a final entre Corinthians e São Paulo no Paulistão Feminino

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x