Sylvinho e Fábio Santos falam ao Meu Timão sobre relação e trajetórias no Corinthians

7.4 mil visualizações 52 comentários

Fábio Santos vai ultrapassar o treinador que viu jogar e fazer história na sua atual função

Fábio Santos vai ultrapassar o treinador que viu jogar e fazer história na sua atual função

Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

O lateral-esquerdo Fábio Santos vai ultrapassar o também ex-lateral-esquerdo Sylvinho em número de jogos pelo Corinthians caso atue contra o São Paulo, na segunda-feira. O feito, levantado pelo Meu Timão, fica ainda mais marcante pelo fato de o ex-camisa 6 ser justamente o técnico alvinegro neste momento.

O Meu Timão, então, convidou ambos para falarem um sobre o outro e traçarem um paralelo entre as carreiras dos dois pelo clube. Os 269 jogos de cada vão ganhar uma diferenciação a partir do clássico no Morumbi.

"Eu venho do Terrão, ele no caso não, mas isso não vem ao mérito. O Fábio tem uma construção belíssima e títulos expressivos, e muito mais expressivos que os meus", disse o treinador, visto como um cara de papo tranquilo por Fábio.

"Ser comandado por ele é uma coisa muito simples até, cara de bom diálogo, boas conversas. Já tinha sido muito bom o convívio com ele como auxiliar, agora como treinador. Sem dúvida alguma vai ser um dos principais treinadores em um futuro presente, por toda a sua dedicação, toda a sua entrega", assegurou.

O hoje experiente defensor corinthiano também contou que, pela idade e por ter acompanhado a carreira do atual comandante como atleta, teve Sylvinho como espelho de jogador para a posição.

"A lembrança que eu tenho do Sylvinho, primeiro no Corinthians, como jogador, lateral ofensivo, de boa chegada na linha de fundo. Conforme o tempo foi passando, carreira de Arsenal, Celta, Barcelona, aprimorou a parte defensiva e se tornou mais completo. Desde o meu começo, sem sombra de dúvidas, foi uma referência para mim", continuou Fábio.

Técnico do Corinthians desde maio, Sylvinho chegou a deixar o atleta mais experiente no banco de reservas no começo do trabalho, mas logo recolocou o jogador como titular e raríssimas vezes abre mão do camisa 26.

"É um prazer trabalhar com o Fábio Santos, um atleta que tem um histórico invejável dentro do clube com títulos expressivos, um atleta que tem um entendimento de futebol muito grande, uma entrega, uma identificação com o clube, eu fico muito feliz de estar nesse momento aqui dirigindo o Fábio Santos", avaliou.

Os dois, aliás, admitem que trocam ideias sobre a posição que exercem dentro e fora de campo no Corinthians - e ambos sabem que o momento deve ser aproveitado. Aos 36 anos, Fábio renovou o contrato por mais uma temporada, mas já admitiu que não deve ser profissional por muito mais tempo;

"Eu vou tentar crescer ainda mais essa história", avisou o sempre brincalhão lateral, ouvindo de Sylvinho que será fundamental também nessa passagem de bastão para algum outro nome, como Lucas Piton.

"Sabemos que o atleta vai levando seus últimos anos de carreira, ele vai decidir com a família dele. É interessantíssimo porque entre ele e o Piton existe toda uma carreira, uma construção diferente, um iniciando e o outro vai descobrir, em algum momento, quando ele vai colocar aquela pedra final. É um atleta que merece fazer muito mais jogos pelo clube e ter o respeito do torcedor, respeito dele, nosso, da família dele, do presidente, só elogios nesse aspecto", concluiu.

Veja mais em: Fábio Santos, Sylvinho e História do Corinthians.

Veja Mais:

  • Luan Lino fechou com o Corinthians

    Novo atacante do Sub-20 chega ao Corinthians após disputa com o RB Bragantino e negociação sem custo

    ver detalhes
  • Fábio Santos foi o autor do gol da vitória do Corinthians contra o Athletico-PR

    Resenha com Fábio Santos e bom momento de Du Queiroz marcam bastidores da vitória do Corinthians

    ver detalhes
  • Duelo contra o Grêmio marca último jogo do Corinthians na Neo Química Arena em 2021

    'Vingança' por 2007 e vaga direta na Liberta 2022: os fatores que acirram Corinthians x Grêmio

    ver detalhes
  • Renato Gaúcho está sem clube, mas maioria da torcida do Corinthians não gostaria do treinador no Timão

    Maioria da torcida do Corinthians não aceitaria Renato Gaúcho como técnico para 2022; veja enquete

    ver detalhes
  • Róger Guedes e Jô dividem a artilharia do Corinthians no Brasileirão

    Corinthians tem dois jogos para reverter possibilidade de ter o terceiro pior ataque desde 2003

    ver detalhes
  • Compacto do Meu Timão | Corinthians 1 x 0 Athletico-PR | Campeonato Brasileiro 2021

    VÍDEO: Compacto do Meu Timão | Corinthians 1 x 0 Athletico-PR | Campeonato Brasileiro 2021

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x