Corinthians é condenado pela Justiça do Trabalho a indenizar o meia Guilherme; valor é milionário

27 mil visualizações 394 comentários

Corinthians foi condenado pela Justiça do Trabalho a indenizar o meia Guilherme que, entre janeiro de 2016 e dezembro de 2019, ficou sob contrato com o clube.

Corinthians foi condenado pela Justiça do Trabalho a indenizar o meia Guilherme que, entre janeiro de 2016 e dezembro de 2019, ficou sob contrato com o clube.

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

O Corinthians foi condenado pela Justiça do Trabalho a indenizar o meia Guilherme que, entre janeiro de 2016 e dezembro de 2019, ficou sob contrato com o clube. O portal Meu Timão teve acesso ao processo ajuizado no último mês de fevereiro.

Os advogados do jogador pediram R$ 2 milhões na petição inicial. A juíza Rhiane Zeferino Giulart, da 3ª Vara de São Paulo, por sua vez, sentenciou a indenização com um valor provisório de R$ 1.2 milhão. Novos cálculos serão realizados por um perito judicial e o valor pode ser alterado em instâncias superiores.

Diversos pedidos de natureza trabalhista foram reconhecidos pela magistrada, entre eles, férias de 2018/2019, com o terço; segunda parcela do décimo terceiro salário de 2019; multa do art. 467 da CLT; multa do art. 477, § 8º, da CLT; recolhimento das diferenças de FGTS; honorários de sucumbência; recolhimentos fiscais e previdenciários; juros de mora e correção monetária nos termos da fundamentação; e custas processuais.

A sentença foi em primeira instância. A diretoria do Corinthians e seu departamento jurídico, agora, terão dois caminhos a seguir: chegar a um acordo com Guilherme e seus advogados para um parcelamento da dívida (talvez com valor menor) ou entrar com recurso e buscar instâncias superiores.

Da Turquia para o Corinthians por R$ 20 milhões

Com aval de Tite, o departamento de futebol da época (Roberto de Andrade, presidente, e Edu Gaspar, diretor) contratou o meia do Antalyaspor, da Turquia, em janeiro de 2016, por R$ 9,6 milhões (cotação da época).

Durante os quatro anos de contrato com o Corinthians, Guilherme recebeu cerca de R$ 400 mil por mês. Levando em consideração os 52 meses vinculados ao clube (incluindo o 13º salário), o custou total foi de cerca de R$ 20 milhões.

O meia, no entanto, permaneceu no Parque São Jorge apenas entre janeiro de 2016 e março de 2017, sendo emprestado na sequência para Athletico Paranaense, Bahia e Fluminense, sempre com parte ou a totalidade do salário pago pelo Corinthians. O vínculo terminou no último dia 31 de dezembro de 2019.

Outro processo que envolve Guilherme

No último mês de junho, o Corinthians foi condenado a indenizar à empresa Brazilsport Assessoria Desportiva LTDA - ME, responsável pela carreira de Guilherme. A sentença foi da juíza Andrea de Abreu e Braga, da 10ª Vara Cível de São Paulo. O valor é de R$ 800 mil.

A Brazilsport Assessoria Desportiva LTDA - ME, representada pelo agente Ivan Suarez Y Martins, entrou com uma ação monitória em março deste ano para exigir do Corinthians o pagamento de R$ 958.758,74 (juros e correção monetária incluídos).

Tudo começa em 2016, quando Guilherme foi contratado pelo Timão. No acordo entre as partes, acordou-se o pagamento de R$ 3,7 milhões para a empresa em oito parcelas. O valor seria a título de "contrato de sublicenciamento para utilização de direitos da personalidade de atleta profissional de futebol e outras avenças".

Segundo à empresa na ação, o Corinthians deixou de pagar R$ 800 mil desse montante mencionado acima, sendo R$ 340 mil da parcela de janeiro de 2019 e R$ 460 mil da parcela de julho do mesmo ano.

O valor informado pela empresa, de R$ 958.758,74, foi rechaçado pela juíza que, por sua vez, sentenciou que o Corinthians pague os R$ 800 mil acrescidos de juros moratórios de 1% ao mês a partir da citação, com base nos cálculos da Tabela Prática do Tribunal de Justiça.

Veja mais em: Processos do Corinthians, Guilherme e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Luan Lino fechou com o Corinthians

    Novo atacante do Sub-20 chega ao Corinthians após disputa com o RB Bragantino e negociação sem custo

    ver detalhes
  • Fábio Santos foi o autor do gol da vitória do Corinthians contra o Athletico-PR

    Resenha com Fábio Santos e bom momento de Du Queiroz marcam bastidores da vitória do Corinthians

    ver detalhes
  • Duelo contra o Grêmio marca último jogo do Corinthians na Neo Química Arena em 2021

    'Vingança' por 2007 e vaga direta na Liberta 2022: os fatores que acirram Corinthians x Grêmio

    ver detalhes
  • Renato Gaúcho está sem clube, mas maioria da torcida do Corinthians não gostaria do treinador no Timão

    Maioria da torcida do Corinthians não aceitaria Renato Gaúcho como técnico para 2022; veja enquete

    ver detalhes
  • Róger Guedes e Jô dividem a artilharia do Corinthians no Brasileirão

    Corinthians tem dois jogos para reverter possibilidade de ter o terceiro pior ataque desde 2003

    ver detalhes
  • Compacto do Meu Timão | Corinthians 1 x 0 Athletico-PR | Campeonato Brasileiro 2021

    VÍDEO: Compacto do Meu Timão | Corinthians 1 x 0 Athletico-PR | Campeonato Brasileiro 2021

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x