Cássio abre a temporada como segundo contrato mais antigo entre os atletas da Série A; veja lista

12 mil visualizações 63 comentários

Cássio durante treino do Corinthians no CT Joaquim Grava

Cássio durante treino do Corinthians no CT Joaquim Grava

Rodrigo Coca / Agência Corinthians

O goleiro Cássio abre a temporada de 2022 como o dono do segundo contrato mais antigo dentre os clubes da Série A do Campeonato Brasileiro. Atleta do Timão há dez anos, ele só perde para o goleiro Santos, do Athletico-PR, nesse quesito, levando em conta apenas os contratos de atletas integrados aos elencos profissionais.

A diferenciação se faz necessária pelo motivo de alguns atletas criados nas categorias de base alvinegras terem vínculo até maior que o de Cássio, mas serem profissionalizados há pouco tempo. O volante Roni, por exemplo, defende o clube desde 2005, mas só virou profissional em 2019.

Curiosamente, um dos poucos contratos profissionais que chega perto do de Cássio é o do zagueiro/lateral Bruno Melo, reforço do Corinthians para a atual temporada. Ele tem vínculo profissional desde 2013 com o clube cearense e essa é a terceira vez que ele é emprestado para outra equipe - empréstimos não configuram fim do vínculo.

Outros nomes antigos do futebol nacional deixaram seus respectivos clube durante a última temporada. O meia D'Alessandro, que estava desde 2008 no Internacional, encerrou sua passagem pelo clube gaúcho, atuou por um ano no Nacional-URU, e agora retornou para o time do Beira-Rio.

O volante Alison, profissional do Santos desde 2011, também tinha um contrato mais extenso, mas acabou negociado pelo rival da Baixada no meio do ano passado. Cássio passou na frente dessa fila.

Um vínculo enorme que foi encerrado ao final de 2021 foi o do goleiro Fábio com o Cruzeiro, mas o time mineiro está na Série B desde 2020. Ele estava na Toca da Raposa desde 2005 e quase chegou a mil jogos.

Cássio, por sua vez, agora tem vínculo por mais três anos com o Timão e vislumbra ser o goleiro que mais atuou pelo clube. Atualmente ele está cerca de 50 jogos atrás de Ronaldo Giovanelli.

Cinco contratos mais antigos da Série A*

  1. Santos, Athletico-PR - contrato profissional desde janeiro de 2011
  2. Corinthians, Cássio - contrato profissional desde janeiro de 2012
  3. Internacional, Rodrigo Dourado - contrato profissional desde junho de 2012
  4. São Paulo, Reinaldo e contrato profissional desde junho de 2013
  5. Santos, João Paulo - contrato profissional desde janeiro de 2014

*vale apenas o contrato como profissional, descartando o tempo de base

Veja mais em: Cássio e História do Corinthians.

Veja Mais:

  • Nos últimos 630 minutos de bola rolando do Corinthians, Vítor Pereira utilizou Róger Guedes em apenas 27% do período

    Róger Guedes perde espaço com Vítor Pereira e atua apenas 27% dos minutos do Corinthians em maio

    ver detalhes
  • O Corinthians entra em campo nesta quinta-feira, contra o Always Ready, atrás de uma classificação para as oitavas de final da Libertadores

    Corinthians tem semana com jogo decisivo na Libertadores, Brasileiro, feminino, base e futsal; veja

    ver detalhes
  • Neo Química Arena bateu o recorde de público de 2022 neste domingo; valores arrecadados já ultrapassam o dobro de 2021

    Corinthians dobra bilheteria de toda a temporada 2021 em apenas quatro meses de 2022; veja valores

    ver detalhes
  • Corinthians e São Paulo ficaram no empate pelo Brasileirão

    Corinthians empata com o São Paulo na Neo Química Arena e mantém liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Cássio foi eleito o melhor em campo no empate entre Corinthians e São Paulo

    Cássio é eleito o craque do empate entre Corinthians e São Paulo; meia é o pior em campo

    ver detalhes
  • Vítor Pereira concedeu entrevista coletiva e falou sobre Róger Guedes

    Vítor Pereira diz que Róger Guedes não está passando confiança nem nos treinos e pede mais empenho

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x