Venha fazer parte da KTO
x

Corinthians não apresenta bom futebol, mas vence o Santo André pelo Paulistão

28 mil visualizações 904 comentários Reportar erro

Fábio Santos marcou o gol do Corinthians contra o Santo André

Danilo Fernandes / Meu Timão

Santo André 0 X 1 Corinthians

Paulista 2022
30 de janeiro de 2022, 18:30
Santo André 0 x 1 Corinthians
Bruno José, Santo André, SP.

O Corinthians venceu o seu adversário por 1 a 0 com um gol de pênalti convertido pelo lateral-esquerdo Fábio Santos. A frase poderia se referir a diversos triunfos obtidos no ano passado, mas é a descrição do embate contra o Santo André, na noite deste domingo, no Bruno José Daniel.

O gol alvinegro saiu ainda no primeiro tempo após penalidade marcada em cruzamento de Mosquito que desviou no braço de Carlão. No segundo tempo, o time da casa esteve mais perto do gol que o Timão, mas não foi capaz de movimentar o placar.

Com o resultado, o Corinthians soma agora quatro pontos e assume temporariamente a liderança do seu grupo na competição. O time, porém, pode ser ultrapassado pelo Guarani, que tem três e atua apenas na segunda-feira.

Anota aí, Fiel! - O próximo jogo do Corinthians é na quarta-feira, perto da Fiel. O Timão enfrenta o Santos, às 21h35, na Neo Química Arena, em São Paulo. As entradas para o confronto já estão disponíveis.

Escalação

Para o primeiro jogo da temporada de 2022, Sylvinho foi a campo com: Matheus Donelli, Fagner, Gil, Raul Gustavo e Fábio Santos; Du Queiroz, Giuliano e Gabriel Pereira; Gustavo Mosquito, Róger Guedes e Mantuan.

A

Meu Timão

O jogo

Primeiro tempo

O primeiro tempo mostrou uma condição própria para o Timão: o gramado, mesmo com as fortes chuvas que caíram em toda a região metropolitana de São Paulo nos últimos dias, estava em ótimo estado. Ou seja, superfície boa para a troca de passes, favorecendo quem tivesse mais a posse de bola.

Os corinthianos emplacaram logo de cara uma grande posse e pressionaram a saída de bola adversária, roubando bolas no campo de ataque em três oportunidades nos primeiros dez minutos. O problema de outros jogos, no entanto, seguiu evidente: o time tem grande dificuldade de fazer gol.

O primeiro lance de perigo veio quando Róger Guedes bateu escanteio pelo lado direito e Raul Gustavo cabeceou perto da trave, mas à esquerda do gol. Pouco depois, o lateral conduziu pelo meio e achou Mantuan, mas o atacante chutou mal.

O time da casa, em uma rara escapada, também conseguiu levar perigo pelo lado esquerdo da defesa corinthiana, aos sete minutos. Du, porém, mostrou bom poder de recuperação para travar o chute de Tocantins na hora certa, já dentro da área.

Fagner seguiu como a principal opção de ataque corinthiana e, com a tentativa do Santo André de adiantar a marcação, achou espaços na defesa adversária. Aos 27 minutos, uma enfiada de bola nas costas do lateral achou Gustavo Mosquito em boa condição e o ponta cruzou rasteiro.

A bola bateu na perna de Carlão e depois no braço do zagueiro, com o juiz marcando pênalti após ida ao VAR. Fábio Santos correu para a batida e chutou não tão bem como o de costume, o goleiro Jefferson caiu para o seu lado esquerdo e espalmou, mas a bola caiu na rede.

Pouco depois, aos 32, outro lançamento de Fagner achou Mosquito na direita e o atacante cruzou rasteiro para Mantuan, que bateu de primeira. A bola, porém, saiu fraca e Jefferson Paulino fez a defesa segura.

Até o intervalo, o único lance de perigo veio do Santo André, que saiu de trás com a desvantagem. Aos 41, Giovanny achou Thalison na esquerda e o lateral cruzou rasteiro para Gustavo Nescau. O centroavante, livre na pequena área, chutou para fora. O juiz apontou impedimento no lance.

Segundo tempo

O segundo tempo começou em um ritmo mais lento do que o primeiro, principalmente da parte do Corinthians. Foram raras as tentativas de acelerar tanto na saída de bola quanto no contra-ataque, além de a posse de bola passar a ser mais da equipe andreense do que dos paulistanos.

O primeiro lance de perigo, ainda assim, saiu de pés corinthianos. Aos sete minutos, Gabriel Pereira recebeu pela meia-direita, trouxe para dentro e poderia tentar um passe para o comando do ataque. O canhoto, no entanto, preferiu arriscar um chute de fora da área, espalmado para fora por Jefferson.

Depois disso, coube ao time da casa ser o dono das principais ações ofensivas, apostando principalmente em chutes de fora da área contra o ainda inexperiente Matheus Donelli. Aos dez, Serginho teve liberdade para chutar de longe, mas forte, exigindo que o arqueiro socasse para o lado.

Sylvinho tentou modificar o panorama colocando Paulinho em campo, mas o meio-campista substituiu Mosquito. Sem o ponta direita, o Timão perdeu velocidade e, ainda que não sofresse tanto atrás, também parou de ameaçar a defesa adversária quando roubava a posse.

Aos 16 minutos, Thiago Ennes cruzou e Tocantins cabeceou por cima da trave adversária. Depois, aos 23, o mesmo Tocantins arriscou da entrada da área, mas mandou à esquerda do gol de Donelli. Foi a senha para Sylvinho tentar algo novo colocando Adson na vaga de Mantuan.

O jogo travou dos dois lados até que parou de vez quando a torcida acendeu sinalizadores, já próximo dos 40 minutos. O espetáculo pareceu acender o ânimo em campo, tanto que o Timão chegou bem com Adson, aos 45, e Róger Guedes, aos 48, mas os chutes de fora da área não venceram o goleiro.

No fim, o Corinthians preferiu reter a posse de bola a tentar um segundo gol, para certa lamentação da torcida.

Veja mais em: Campeonato Paulista e Corinthians x Santo André.

Notas dadas aos personagens da partida

Titulares

Reservas

Treinador

Árbitro

Comente a notícia: