Corinthians pede fim ao uso de sinalizador e cantos homofóbicos na Neo Química Arena

1.7 mil visualizações 37 comentários

Por Meu Timão

Duelo entre Corinthians e São Paulo, neste domingo, ficou marcado pelo uso de sinalizadores e cantos homofóbicos

Duelo entre Corinthians e São Paulo, neste domingo, ficou marcado pelo uso de sinalizadores e cantos homofóbicos

Danilo Fernandes / Meu Timão

Corinthians e São Paulo empataram em 1 a 1 pelo Campeonato Brasileiro neste domingo. O Majestoso foi marcado por dois incidentes na Neo Química Arena: o uso de sinalizadores e cantos homofóbicos nas arquibancadas.

Ambos os atos já haviam sido repudiados pelo presidente Duilio Monteiro Alves após o duelo. Em nota oficial publicada após a partida, o Corinthians pediu para que esses atos não voltem a se repetir dentro do local. A instituição também afirmou que, nas redes sociais e nos telões do estádio, alerta de forma contínua que as práticas são proibidas.

De acordo com o clube, o torcedor que acendeu um sinalizador no Setor Sul da Neo Química Arena foi identificado por meio dos sistemas de câmeras do estádio. O Corinthians afirmou que o homem foi "conduzido pela Polícia Militar à sala de policiamento local. Ali seus dados foram coletados para que o clube tome as providências cabíveis quanto à responsabilidade do ato".

O clube, vale lembrar, ainda destacou que também identificou o cidadão ao árbitro da partida. Dessa forma, para que as informações constassem na súmula.

Sobre os cantos homofóbicos na Neo Química Arena, o Corinthians reafirmou que repudia a prática. Ainda na semana que antecedeu a partida, o Timão fez um post em suas redes sociais pelo Dia Internacional de Combate à Homofobia.

Confira na íntegra a nota publicada pelo Corinthians

O Sport Club Corinthians Paulista informa que foi identificado o torcedor que acendeu sinalizador no setor Sul da Neo Química Arena durante a partida contra o São Paulo neste domingo (22), pelo Brasileirão 2022. Ele foi localizado pelo sistema de câmeras do estádio e conduzido pela Polícia Militar à sala de policiamento local. Ali seus dados foram coletados para que o clube tome as providências cabíveis quanto à responsabilidade do ato.

O clube comunicou a identificação ao árbitro da partida, para que as informações fossem adicionados à súmula.

Quanto aos cantos homofóbicos relatados na súmula, o Corinthians reafirma o repúdio a tal prática. Vale lembrar que o clube alerta continuamente sua torcida, por meio de suas redes sociais e do sistema de som e de telões da Neo Química Arena, para a ilegalidade desses comportamentos inaceitáveis. Fica aqui mais uma vez o pedido à Fiel Torcida para que esses atos não se repitam em nossa arena.

Atenciosamente,
Sport Club Corinthians Paulista.

Veja mais em: Majestoso, Corinthians x São Paulo, Campeonato Brasileiro, Neo Química Arena e Torcida do Corinthians.

Veja Mais:

  • Balbuena e Corinthians intensificam conversa para retorno do zagueiro ao clube

    Corinthians se reúne com agente de Balbuena na Argentina para tentar contratação

    ver detalhes
  • Gustavo Mosquito não atua há oito partidas pelo Corinthians

    Corinthians recebe sondagens por Gustavo Mosquito; atleta não fez sétimo jogo no Brasileiro

    ver detalhes
  • Corinthians já ultrapassou meta prevista financeira pela diretoria para a Libertadores no início do ano

    Corinthians fatura quase R$ 30 milhões em premiação na Libertadores; veja quantia total e por fase

    ver detalhes
  • Bruno Méndez durante treino no CT Joaquim Grava

    Corinthians recebe consulta de mexicanos por Bruno Méndez e espera proposta pelo uruguaio

    ver detalhes
  • Ramiro está de volta ao Corinthians a pa

    Trio emprestado volta a treinar pelo Corinthians na quinta; saiba quando atletas podem atuar

    ver detalhes
  • João Victor foi titular diante do Boca Juniors nesta terça-feira, mas deixou o campo ainda no primeiro tempo

    João Victor deixa hotel do Corinthians e viaja para assinar com o Benfica

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x