Julio Cesar quer se eternizar com a camisa do Timão

1.6 mil visualizações 0 comentários

Por Meu Timão

Julio Cesar durante partida do Corinthians no Paulistão 2011

Julio Cesar durante partida do Corinthians no Paulistão 2011

Marcos Ribolli / Globoesporte.com

Julio Cesar conhece como poucos o Corinthians. Há 11 anos no clube, o goleiro passou pelos mais distintos momentos, como o rebaixamento para a Série B e o retorno em grande estilo com títulos e a presença do ídolo Ronaldo. Mais do que aprender a conviver com o bom e o ruim de um dos times mais populares do país, o jogador desenvolveu também a paciência. Depois de três anos na reserva de Felipe, assumiu a vaga de titular, conquistou a torcida e agora quer se perpetuar defendendo a meta alvinegra.

- Não penso em sair daqui. Se pudesse, faria toda minha carreira aqui. Jogar no Corinthians sempre pesa. Sempre aparecem coisas boas (do exterior), mas eu me identifico muito com o clube e não penso em sair – afirmou.

Aos 26 anos, Julio Cesar vive o melhor momento da carreira. Com a saída de Felipe em 2010, ele assumiu a vaga sem ter toda a confiança da comissão técnica de Mano Menezes e da torcida. Entretanto, com atuações seguras e alguns milagres, se firmou na posição e sequer deu chances para o veterano Bobadilla estrear. Pior: sem oportunidades, o paraguaio optou por rescindir o contrato.

- O Bobadilla veio para jogar, mas eu fui firme e o treinador não precisou mudar. Depende de mim continuar jogando bem, treinando bem, que o Corinthians não vai precisar contratar um novo goleiro - disse.

Mesmo não se deixando seduzir com a possibilidade de jogar na Europa, Julio Cesar faz aulas de inglês durante as folgas do elenco. No entanto, garante que o grande desejo é pendurar as chuteiras vestindo a camisa alvinegra.

- A renovação de contrato me deixou muito feliz. Quero continuar aqui – prometeu o goleiro, agora vinculado ao clube até o fim de 2014.

Constantemente elogiado pela torcida, Julio Cesar quer mais. O goleiro entende que, para ganhar notoriedade na história do clube, precisará conquistar títulos. Em 2005, esteve no elenco que venceu o Brasileirão, mas não atuou. Agora, tem a chance de vencer o Paulistão e o Brasileiro defendendo a meta corintiana.

- A questão de ser ídolo é quando conquista títulos pelo clube. O mais importante é ser campeão para virar referência – completou.

Fonte: Globo Esporte

Veja Mais:

  • Corinthians pretende bater o martelo sobre Jô até o final deste mês

    Corinthians e Jô tentam equacionar diferença financeira para acordo; diretoria trabalha com prazo

    ver detalhes
  • Cássio participou de uma entrevista virtual coletiva nesta quinta-feira

    Cássio reforça discurso de maior corte salarial no Corinthians para evitar demissões

    ver detalhes
  • Bruno Méndez (20), Lucas Piton (19) e Carlos Augusto (21) são considerados três dos principais ativos do Corinthians, com boa chance de venda ao exterior

    Novo Pedrinho? Corinthians tem 22 jogadores com idade para despertar interesse de clubes de fora

    ver detalhes
  • ShopTimão lança camisetas em homenagem a Cássio

    Corinthians lança camisetas em homenagem a Cássio; veja modelos e como comprar

    ver detalhes
  • Live do Meu Timão: mercado da bola no Corinthians | Chegadas e saídas

    VÍDEO: Live do Meu Timão: mercado da bola no Corinthians | Chegadas e saídas

    ver detalhes
  • Corinthians tem cerca de 75 mil associados no Fiel Torcedor

    Corinthians desmente informação sobre queda no número de sócios após manifestações

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Jelio Cesar é quantas vezes melhor que o Felipe?

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!