Corintiano Alessandro se livra de punição maior no STJD

50 visualizações 0 comentários

Por Meu Timão

Após vitória no STJD, Alessandro precisará cumprir suspensão automática contra o Atlético-PR

Após vitória no STJD, Alessandro precisará cumprir suspensão automática contra o Atlético-PR

Djalma Vassão/Gazeta Press

O lateral direito Alessandro escapou de uma punição maior no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Julgado nesta segunda-feira, por causa de sua expulsão no empate por 1 a 1 com o Internacional, o jogador levou apenas um jogo de suspensão - já cumprido.

Alessandro respondeu pelo artigo 254 ('praticar jogada violenta') do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) e corria risco de pegar até seis partidas de suspensão.

Apenas um dos auditores do STJD, contudo, demonstrou rigidez ao votar por dois jogos de suspensão em função da falta dura de Alessandro no meia Andrezinho, do Inter. João Zanforlin, advogado do Corinthians, conseguiu convencer os demais com uma prova de vídeo.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Mais:

  • Vagner Love em atividade no CT Joaquim Grava; atacante deixa o clube

    Corinthians anuncia saída de Vagner Love

    ver detalhes
  • Corinthians pode voltar a treinar em breve

    FPF detalha reunião com clubes e aguarda aval do Governo para volta dos treinos

    ver detalhes
  • Ainda não há previsão de quando o Corinthians voltará a entrar em campo nesta temporada

    Enquete do Meu Timão mostra que redução salarial no Corinthians deveria ser maior; veja resultado

    ver detalhes
  • Sem espaço com Tiago Nunes, volante Thiaguinho foi emprestado ao CRB em 2020

    Thiaguinho revela contradição em saída 'sem nexo' do Botafogo e retorno ao Corinthians

    ver detalhes
  • VÍDEO: O relato de quem foi parar 'aleatoriamente' numa reunião entre jogadores e torcedores no CT

    ver detalhes
  • Jô está na mira do Corinthians

    O que você pensa sobre possível retorno de Jô ao Corinthians? Responda enquete do Meu Timão

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!