Sheik paga R$ 35 mil à instituição, mas mantém débito com a Justiça

396 visualizações 0 comentários

Por Meu Timão

Emerson Sheik foi condenado por falsidade ideológica em 2007

Emerson Sheik foi condenado por falsidade ideológica em 2007

Tom Dib

Condenado por falsidade ideológica em 2007, o atacante Emerson Sheik ainda está em dívida com a Justiça. Ao jogador, foi imposta uma multa de R$ 105 mil, mas apenas R$ 35 mil foram pagos ? o dinheiro foi destinado à Instituição Pró-Criança Cardíaca, localizada em Botafogo, no Rio de Janeiro.

Na edição da última sexta-feira, o LANCENET! publicou que o jogador teve rejeitada a tentativa de mudar a prestação de serviços comunitários para o pagamento de nova multa. Ele alegou que ?devido a lesões ósseas e musculares decorrentes de sua atividade de atleta profissional de futebol, bem como a elevada carga horária de treinamentos, jogos e viagens? não estava apto para prestar serviços comunitários.

Na época da sentença, ele recebeu condenação de 100 dias-multa (R$ 70 mil), além de um ano e dois meses de reclusão. Então, substituiu a pena da prisão por prestação de serviços, mais multa de R$ 35 mil (100 salários mínimos, com base nos R$ 350, valor do salário no fim de 2006).

Sheik tem audiência marcada para 30 de novembro, na 2 Vara Criminal de Barueri, em São Paulo (próximo de sua residência em Alphaville), para tomar conhecimento do tipo de serviço a que será submetido.

Atacante vai depor sobre compra de carro importado usado

A cardiologista infantil Rosa Célia Amaral Barbosa, fundadora do Pró-Criança Cardíaca em 1996, afirma que o único pagamento referente ao processo 2006.51.01.490041-5, da 3 Vara Federal Criminal, no qual o jogador foi condenado, ocorreu em julho de 2010. O valor que ela informa ? R$ 35 mil ? equivale apenas a 100 salários mínimos de 2006. Amanhã, Rosa Célia falará com o juiz Lafredo Lisboa para se inteirar do valor que a instituição ainda tem a receber.

Com o valor já pago, a instituição bancou a operação cardíaca de uma criança carente. Até hoje o local já atendeu com assistência médica, odontológica e até ajuda às famílias com alimentos, cerca de 17 mil menores com problemas cardíacos.

Destes, pelo menos mil tiveram operações bancadas pela entidade. Com sede na Rua Dona Mariana, em Botafogo, zona sul do Rio, o Pró-Criança Cardíaca está construindo um hospital para melhor atender aos menores necessitados que são portadores de doenças no coração.

Fonte: Lancenet

Veja Mais:

  • Antes da pandemia do novo coronavírus, clube fechou 2019 com déficit de R$ 177 milhões

    Corinthians e outros clube devem ter 'dificuldades de entrar em campo' em 2021, alerta economista

    ver detalhes
  • Por que esses são os corinthianos mais odiados por Palmeiras, São Paulo e Santos?

    VÍDEO: Por que esses são os corinthianos mais odiados por Palmeiras, São Paulo e Santos?

    ver detalhes
  • Volante Ralf foi apresentado no Avaí nesta sexta-feira

    Ralf se diz marcado na história do Corinthians e cita 'página virada' ao vestir camisa do Avaí

    ver detalhes
  • O que ouvimos sobre o novo reforço do Corinthians

    VÍDEO: O que ouvimos sobre o novo reforço do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians interrompeu as atividades do basquete durante pandemia

    Corinthians replaneja quase 50 modalidades devido à pandemia; maioria não deve ser atingida

    ver detalhes
  • Ex-atacante do Corinthians, Célio Taveira morreu aos 79 anos vítima de Covid-19

    Ex-atacante do Corinthians, Célio Taveira morre vítima do novo coronavírus

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!