Post de Bruno no fórum "Mercado da bola" do Meu Timão

Corinthians vai nivelar com qualquer clube do mundo a hora que fizer um limpa na diretoria!

em Mercado da bola > Corinthians, ao quitar o estádio, automaticamente irá rivalizar com...

Em resposta ao tópico:

corinthians, ao quitar o estádio, automaticamente irá rivalizar com os grandes clubes europeus!

A situação é a seguinte, não dá para modificar a realidade nem discutir com os números, pois o fato é que o Corinthians nem se quer está entre os três primeiros colocados e ainda sim mantém uma média de público pagante absurdamente alta, ou seja, receita sólida e consistente.

Neste contexto, torna-se óbvio, claro, notório e evidente que ao quitar a dívida do estádio, caso não haja picaretagem, incompetência e má-fé na correta aplicação das receitas das bilheterias, então vale frisar que gostem ou não do Andrés Sanchez, não se pode negar que ele está correto ao dizer que tanto o Naming Rights como a quitação da dívida da Arena Corinthians são fatores determinantes para clube comece a rivalizar financeiramente com os gigantes da Europa.

Afinal, cabe ressaltar que essa exaltação em relação ao Flamengo em dizer que é o clube mais rico, o que gera mais receita, compra quem quiser e etc. Ela é fruto de uma leitura totalmente equivocada tanto do cenário atual como do prospecto do que será o futuro, haja vista o Flamengo nem se quer ter um estádio; isto é, a arrecadação do Flamengo em relação as bilheterias são repartidas com o ente federativo ao qual o Maracanã pertence; além disso, o Flamengo é reconhecido por ter uma torcida bem volumosa, mas não por ser fiel (vide Renato Augusto ao dizer que 'no Flamengo já joguei para cinco mil', 'no Corinthians nunca joguei para menos de 25 mil torcedores', logo, enquanto o rendimento no campo estiver em alta a arrecadação também estará, por outro lado, o mesmo não é possível dizer quando o rendimento dentro de campo estiver em baixa.

Apenas a título de comparação, o Corinthians foi capaz de manter uma média de público pagante acima de 20 mil quando estava na série B, no mínimo 30 mil do outro lado do mundo, mais de 20 mil para ver o futebol feminino e mais de 30 mil em um ano em que o rendimento dentro de campo não é dos melhores. Consequentemente, vale destacar que os clubes rivais precisam torcer para que a situação do endividamento do Corinthians em relação ao estádio postergue o máximo possível, porque do contrário, a receita relacionada à arrecadação dos jogos no estádio será líquida, sólida e consistente, o que colocará o Corinthians para fazer frente, ou até mesmo superar os gigantes europeus em termos de poder de compra.

Portanto, não tendo picaretagem, não contraindo mais dívidas desnecessárias, investindo na base, em governança corporativa, ações de marketing e em atletas de alto rendimento, a superioridade quanto ao poder de compra da maior equipe alvinegra deste país é inevitável, sendo que não haverá mais nada que se poderá fazer para mudar isso.

Responder ao post do Bruno

Réplicas desse post

Avatar de Thiago

Por Thiago que tem 236 posts no fórum
em 01/12/2019 às 09:06

Você resumiu um textão em uma frase jove.

Avatar de Paulo

Por Paulo que tem 658 posts no fórum
em 01/12/2019 às 12:51

Justamente, só precisa disso!

Avatar de Marcelinho

Por Marcelinho que tem 6857 posts no fórum
em 01/12/2019 às 15:22

Penso msm, com esses nego na diretoria, pd ter 2 estádios que vai tá sempre na msm