Rafael

26 anos , de Porangaba

Rafael de Paula

Torcedor do site número: 242.234, cadastrado desde 04/12/2012

Aqui é Corinthians

male

Estatísticas no Meu Timão

Última atividade no site em 23/02/2018 às 14h53

Ranking de comentários

Faltam 49 comentários para o Rafael entrar no Ranking

Ver Ranking

1 Comentário

100% de aprovação

11 Posts

91% de aprovação

5 Tópicos

3.513 Visualizações

Atividades do Rafael no Meu Timão

Última interação no site em 17/11/2017 às 13h58

  • Rafael

    Rafael postou em Notícias, no tópico "O Hepta é literalmente da Fiel."

    há 3 meses

    “ Nem de longe o corintiano de 2017 sofreu tanto como o de 77, mas bem de perto apoiou como nunca, ou como sempre sua maior paixão.
    Não teve o primor e categoria do Bi em 98 e 99, muito menos o glamour e estrelismo da era Tevez.
    Teve a raça de 90, o empenho de 2011 e a batuta no comando como o de 2015.
    Não teve o Tite, mas teve o Carille, mais uma vez teve o Jadson e como sempre teve o Danilo, assim como Dinei três vezes campeão nacional pelo agora Hepta Brasileiro.
    Teve paraguaio sim, não o cavalo... E sim Romero e Balbuena, como no passado Gamarra.
    Teve gol chorado e empate suado, não teve gol de falta como faziam Neto e Marcelinho, mas teve o Giovani e o Kazim, assim como em 90 o Tupanzinho.
    Sejamos honestos, não se compara Gabriel e Rodriguinho com Rincon e Ricardinho...mas acima de qualquer qualidade muitas vezes o importante mesmo é dar carrinho.
    Ronaldo, Marcelo Djian, Wilson Mano e Neto.
    Já tivemos também Vampeta, Dida, Kleber Luizão e Edílson Capeta.
    Mascherano, Tévez e Nilmar.
    Alessandro, Jorge Henrique, Alex e Liedson.
    Ralf, Elias, Renato Augusto e Vagner Love.
    Cássio, Arana, Fagner, Claysson e Jô.

    Mas o único heptacampeão que fez parte de todos esses esquadrões nunca sequer entrou em campo.
    Não tem nome, nem idade, apenas duas cores, o preto e o branco.

    Atende por todos os nomes, mulheres e homens.
    Ou simplesmente por Fiel Torcida. ⚫️ 🙌🏻 ⚪️

    detalhes do post
  • Rafael

    Rafael postou em Análise dos jogos, no tópico "04 de Julho - A Libertação da América."

    há 8 meses

    Em uma noite fria de 04 de julho de 2012 não chovia na terra da garoa.

    A cidade que não para, parou.

    Por pelo menos 2 horas os antis e amantes se dedicaram a torcer como nunca, ou como sempre pelo mais odiado e amado clube do Brasil.

    Quando cheguei na praça mais alvinegra de São Paulo que recepcionou por muito tempo os maloqueiros sofredores, até o clima se confundia, um misto de tensão aliado a convicção que daquela noite não passaria.

    Quando a bola rolou eram milhares e milhões que numa só voz clamavam e empurravam ' nessa noite teremos que ganhar.'

    Engravatados, maloqueiros, médicos ou engenheiros, não teve ateu no mundo que não tenha feito sua prece.

    Quando o árbitro apontou o centro do gramado encerrando o primeiro tempo, o gol de Romarinho a uma semana atrás nos dava o título, mas ainda faltava Sheik nesse enredo de suspense e emoção.

    Já se passavam das onze horas quando Danilo de calcanhar encontrou o peito de Emerson que não titubeou na chance da vida de explodir o Pacaembú.

    A partir daí o sofrido coração corintiano já não sofria tanto assim, o relógio começou a andar devagar, só acelerou quando Emerson correu mais que o Bolt e decretou nossa libertação.

    Quatro de julho nunca mais foi o mesmo, além da independência dos EUA agora temos a libertação da América, de um clube que fez do povo seu maior troféu.

    O dia de São Nunca chegou, não era 30 de fevereiro e nem primeiro de abril para o desespero dos rivais que perderam a piada pronta.

    Não é mais utopia, você pode acreditar... A taça que faltava já está no seu lugar.

    detalhes do post
  • Rafael

    Rafael comentou no post: "[Roberto Zanin] O palmeirense mais corinthiano do mundo não está mais aqui"

    há 8 meses

    Linda e triste história ao mesmo tempo, meus sentimentos.

    detalhes do comentário
  • Rafael

    Rafael postou em Estádio do Corinthians, no tópico "Tour na Arena é coisa de 'Louco'."

    há 8 meses

    Muito obrigado irmão.

    Realmente a sensação é algo inexplicável.

    Abraço, Vai Corinthians!

    detalhes do post
  • Rafael

    Rafael postou em Estádio do Corinthians, no tópico "Tour na Arena é coisa de 'Louco'."

    há 8 meses

    Cara fico muito feliz que gostou.
    Tentei passar um pouquinho de tudo aquilo lá que é demais.
    Você vai sentir essa emoção.
    Abraço Vai Corinthians.

    detalhes do post
  • Rafael

    Rafael postou em Estádio do Corinthians, no tópico "Tour na Arena é coisa de 'Louco'."

    há 8 meses

    Olá João, muito obrigado.
    Recomendo, que bom que pude ajudar.

    Abraço e Vai Corinthians.

    detalhes do post
  • Rafael

    Rafael postou em Estádio do Corinthians, no tópico "Tour na Arena é coisa de 'Louco'."

    há 8 meses

    É isso ai irmão,
    Vale a pena, com certeza um dia você estará lá também.

    É nóis, Vai Corinthians.

    detalhes do post
  • Rafael

    Rafael postou em Estádio do Corinthians, no tópico "Tour na Arena é coisa de 'Louco'."

    há 8 meses

    Muito obrigado irmão.
    A energia daquele lugar nos trás inspiração.
    Vai Corinthians.

    detalhes do post
  • Rafael

    Rafael postou em Estádio do Corinthians, no tópico "Tour na Arena é coisa de 'Louco'."

    há 8 meses

    Exatamente cara, sentimento inexplicável quando a gente da de cara com o gramado.

    detalhes do post
  • Rafael

    Rafael postou em Estádio do Corinthians, no tópico "Tour na Arena é coisa de 'Louco'."

    há 8 meses

    Não foi minha primeira vez na Arena, mas bem que parecia.

    Dessa vez não teve gol, não teve o Cássio, o Gabriel, Arana, Romero e nem o Jô.

    Mas teve Corinthians, isso prova que ser Corinthians é um estado de espírito, uma religião, sagrada, tombada e praticada por milhões.

    Pra quem 'não tinha casa' até que estamos morando bem, o povo sofrido, doído, hoje tem uma mansão.

    O terrão virou um palácio de mármore, que mesmo com requintes de luxúria não perdeu a emoção.

    Tem o conforto do camarote, o vestiário de classe, o gramado de copa, o banco de reservas da foto aqui, tem escudo imponente, mas também tem arquibancada raíz.

    Tem o Sócrates e o Basílio, tem a Libertadores e o troféu de 77.

    Tem o Maracanã que ficou pequeno na invasão, tem também o bando que não satisfeito teve que atravessar o mundo em 2012 para dominar o Japão.

    Paredes que intimidam qualquer adversário, sala de imprensa onde ninguém é anônimo, se ali senta Tite, Carrile, também senta António.

    Se vale a pena? Demais.

    Recomendo e voltaria, confesso que se pudesse até ficaria.

    Mas como não posso, volto logo para visitar, pois lugar de louco é no hospício e neste daqui...da até vontade de morar. ⚫️⚪️

    detalhes do post
`