Corinthians tem centro de inteligência para estudar adversários do Mundial

O Corinthians está se preparando para o Mundial de Clubes também fora dos campos. A equipe possui um centro de inteligência para que o treinador Tite possa receber o maior número de informações possíveis sobre os adversários que o time enfrentará em dezembro, no Japão.

A estratégia, que já funcionou muito bem na Libertadores, conta com um centro com equipamentos de vídeo e computadores, para coletar e abastecer a comissão técnica com as características dos rivais.

Comentários

  • 1000 caracteres restantes