Corinthians 1 x 0 Red Bull Bragantino - Paulista 2022

Paulista 2022 - Corinthians 1 x 0 Red Bull Bragantino

Partida de futebol entre Corinthians 1 x 0 Red Bull Bragantino nPaulista 2022

https://www.meutimao.com.br/jogo/7222/paulista_2022/corinthians-1-x-0-red_bull_bragantino

02:00

2022-02-27T11:00:00

Neo Química Arena

Endereço: Avenida Miguel Ignácio Curi, São Paulo, SP, Brasil

Corinthians 1 X 0 Red Bull Bragantino

Paulista 2022
27 de fevereiro de 2022, 11:00
Corinthians 1 x 0 Red Bull Bragantino
Neo Química Arena, São Paulo, SP.
Corinthians vs Red Bull Bragantino edição 56 de 57

Sobre a Partida

Corinthians faz bonito diante de Vítor Pereira e vence Red Bull Bragantino pelo Paulistão

O Corinthians recebeu o Red Bull Bragantino, na Neo Química Arena, na manhã deste domingo pelo Campeonato Paulista. A equipe do Parque São Jorge venceu o duelo por 1 a 0 com gol de Gustavo Mosquito.

O duelo contou com a presença do técnico Vítor Pereira, que viu seus jogadores em campo, presencialmente, pela primeira vez. O comandante esteve acompanhado de sua comissão técnica em um dos camarotes do estádio alvinegro.

A partida foi muito bem disputada pelas duas equipes ao longo dos 90 minutos de jogo. Com chances construídas dos dois lados, o Corinthians só conseguiu abrir o placar aos 36 da etapa final, quando Gustavo Silva entrou e marcou no primeiro toque na bola.

Anota aí, Fiel! - Em sua primeira semana no clube, Vítor Pereira terá uma semana cheia para trabalhar. O Corinthians volta a entrar em campo no próximo sábado, às 16h, contra o São Paulo. O Majestoso acontece no Morumbi.

Escalação

Para seu último jogo no comando do Corinthians, o técnico interino Fernando Lázaro foi a campo com o que tem de melhor. O Timão esteve escalado com: Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Lucas Piton; Du Queiroz, Giuliano, Renato Augusto e Paulinho; Willian e Róger Guedes.

Escalação do Corinthians para o duelo contra o Red Bull Bragantino

Meu Timão

O jogo

Primeiro tempo

O Corinthians já começou a partida com uma ótima chance de abrir o placar. Em uma boa jogada, Fagner recebeu de João Victor e cruzou na área. A zaga afastou e a bola sobrou para Paulinho, que dominou no peito e chutou forte, mas viu a zaga desviar e a bola sair pela linha de fundo.

A partida seguiu com um começo animado, com criação de chances dos dois lados. Aos cinco minutos, o goleiro Cássio operou um verdadeiro milagre na meta alvinegra. Luan Cândido recebeu uma bola pelo lado esquerdo e arriscou um chute. A bola desviou em Ytalo e quase encobriu o camisa 12 do Corinthians. Cássio conseguiu alcançar e evitar que o placar fosse aberto.

No minuto seguinte, após a cobrança de escanteio do time visitante, o Corinthians recuperou a bola e Willian subiu em velocidade pelo lado esquerdo, escapando de dois marcadores. O camisa 10 tentou inverter o jogo, mas viu o Red Bull Bragantino recuperar a bola.

Aos 13 minutos, Renato Augusto deu um susto na defesa adversária. O meia do Timão recebeu na entrada da área, ajeitou e bateu. A bola parecia tranquila para defesa, mas desviou na zaga e Cleiton precisou se esticar todo para espalmar.

A equipe alvinegra manteve o bom volume de jogo no ataque na primeira metade do primeiro tempo. Aos 15, Fagner cruzou rasteiro na entrada da área e Giuliano vinha chegando para bater. O camisa 11 fez o corta-luz, mas estava sozinho e desperdiçou a finalização.

Dois minutos depois, foi a vez de Róger Guedes tentar. O camisa 9 recebeu de Piton, carregou pela linha de fundo e bateu, mas sem ângulo, deixando fácil para o goleiro encaixar a defesa.

O Red Bull Bragantino tentou responder com Aderlan. Em uma sobra de bola, o lateral estava atento pelo lado direito e pegou de primeira, mas mesmo vendo a bola sair pela linha de fundo, levou perigo para a meta do goleiro Cássio.

Aos 30 minutos, a arbitragem fez uma parada técnica para que os atletas se hidratassem na Neo Química Arena. Às 11h30 da manhã, a capital paulista registrava 28ºC. Na retomada do jogo, Róger Guedes recebeu um passe de Fagner na área e ajeitou de calcanhar para Giuliano. O camisa 11 dominou e chutou de primeira, mas a bola foi por cima do gol.

O Corinthians aproveitou a falta de concentração do Red Bull Bragantino para pressionar e forçou alguns erros na saída de bola do adversário, se mantendo no ataque. Depois de Giuliano, Renato Augusto e Paulinho tiveram boas chances de abrir o placar. Em uma delas, o camisa 8 dominou e cruzou área e Paulinho chegou tentando cabecear. A bola passou pelo camisa 15 e, na sequência, Guedes vinha fechado, mas Cleiton afastou o perigo.

Aos 38, Hyoran avançou pela esquerda e foi travado por João Victor. A arbitragem assinalou falta e, na cobrança, o meia do RB Bragantino mandou em direção ao gol. Cássio subiu e deu um tapa para que a bola saísse por cima do travessão.

Na reta final da partida, Corinthians e Red Bull Bragantino tiveram novas chances de marcar. Aos 40, Willian arrancou pela esquerda e fez a bola chegar em Guedes, do outro lado. O atacante bateu cruzado e a bola foi para fora.

Três minutos depois, Luan Cândido recebeu pela esquerda e bateu de primeira, tentando encobrir o goleiro Cássio, que conseguiu espalmar para fora. A arbitragem deu dois minutos de acréscimos, mas a primeira etapa da partida terminou sem gols.

Segundo tempo

Precisando vencer para tentar garantir uma classificação para a próxima fase já nesta rodada, o Corinthians voltou para o segundo tempo sem qualquer alteração. E logo no segundo minuto, Gil aproveitou uma cobrança de escanteio de Willian para tentar cabecear para o gol. Cleiton fez a defesa em dois tempos e evitou o tento do Timão.

Três minutos mais tarde, Róger Guedes e Paulinho tabelaram na entrada da área. O camisa 9 tentou finalizar, mas acabou travado por Léo Ortiz. O Red Bull Bragantino tentou responder com Ramires - Hyoran cobrou escanteio na primeira trave, Cássio afastou com um soco e, na sobra, o meia adversário chutou longe da meta.

Aos dez minutos, o Timão bombardeou o gol de Cleiton com duas boas tentativas. No primeiro lance, Willian passou por Aderlan e cruzou rasteiro buscando Paulinho. O camisa 15 tentou armar o chute, mas precisou recomeçar. Na sequência, Fagner puxou para a linha de fundo e cruzou novamente rasteiro. Giuliano chegou batendo com a perna direita, mas Cleiton fez uma ótima defesa!

Aos 18 minutos, o Red Bull Bragantino teve uma grande oportunidade para abrir o marcador. Hyoran dominou a bola na entrada da área, passou por Giuliano e Gil, mas acabou derrubado. A arbitragem assinalou falta para a equipe visitante.

Na batida, Luan Cândido parou na barreira. A bola pegou na cabeça de João Victor e o zagueiro do Corinthians ficou caído no gramado da Neo Química Arena, mas não demorou para se levantar. O Red Bull Bragantino ainda teve uma cobrança de escanteio a seu favor, mas não levou perigo ao gol de Cássio.

Com o forte calor na capital paulista, o rendimento dos jogadores passou a cair a partir dos 20 minutos de jogo. Aos 23, Renato Augusto ajeitou de cabeça para Paulinho na entrada da área. O volante bateu de primeira, mas a bola passou por cima do gol.

No lance seguinte, o RB Bragantino teve um chegada perigosíssima no gol do Timão. Artur recebeu de Hyoran pelo lado direito e lançou Leandrinho na segunda trave. O atacante ajeitou para Ytalo, que tentou empurrar de carrinho, mas não chegou em tempo na bola.

Aos 28 minutos, a arbitragem realizou a parada técnica para hidratação. Na sequência, o técnico Maurício Barbieri fez duas mudanças no Red Bull Bragantino - Alerrandro e Bruno Tubarão entraram nos lugares de Ytalo e Leandrinho. Pelo lado do Corinthians, Lázaro chegou a conversar com Mosquito, dando indícios de alteração no Timão, mas mandou o jogador voltar ao aquecimento.

Willian e Róger Guedes tabelaram aos 32 minutos. O camisa 9 dominou e bateu no canto direito de Cleiton - o goleiro se jogou para fazer a defesa em cima da linha. Logo depois, o Timão fez sua primeira modificação: Giuliano deixou o gramado para a entrada de Gustavo Mosquito.

E brilhou a estrela do camisa 19! No primeiro toque na bola de Gustavo Mosquito, o Corinthians abriu o placar na Neo Química Arena. Fagner subiu pela direita e inverteu o jogo para Willian, na esquerda, que puxou para o meio e bateu colocado no canto de Cleiton.

O goleiro defendeu mas, no rebote, Gustavo Silva pegou de primeira, mandou na trave, mas a bola voltou nele para marcar o gol. O corinthiano saiu em direção ao Setor Norte da Neo Química Arena para comemorar com a torcida e, por isso, acabou levando um cartão amarelo.

Dois minutos mais tarde, novas mexidas no Corinthians: Jô e Roni entraram nos lugares de Willian e Renato Augusto. Pouco tempo depois, a última substituição do Corinthians foi Paulinho por Gabriel Pereira, que desfalcou o Timão nos últimos dois compromissos por Covid-19.

O Corinthians ainda passou por alguns sustos na reta final do jogo. Aos 39, Luan Cândido avançou pela esquerda e cruzou na área. Na tentativa de tirar, João Victor mandou para trás e quase marcou contra. Dois minutos depois, Artur aproveitou uma bola de Alerrandro e bateu cruzado, mas saiu pela linha de fundo depois de cruzar o gol de Cássio.

O Red Bull Bragantino tentou aumentar a pressão diante do Timão. Aos 44, Miguel recebeu cruzamento na área, e aproveitou a falha no corte da marcação do Corinthians. Ele dominou e bateu, mas Cássio chegou fechando o ângulo para fazer a defesa. Com mais quatro minutos de acréscimos, a partida terminou favorável para os donos da casa: 1 a 0 e mais três pontos diante do novo professor.

Ficha técnica de Corinthians 1 x 0 Red Bull Bragantino

Competição: Campeonato Paulista Sicredi
Local: Neo Química Arena, São Paulo, SP
Data: 27 de fevereiro de 2022 (domingo)
Horário: 11h00 (de Brasília)
Árbitro: Thiago Luis Scarascati
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse e Mauro André de Freitas
Árbitro de vídeo: Péricles Bassols
Gol: Gustavo Silva (Corinthians)
Cartões amarelos: Gustavo Silva (Corinthians); Natan (Red Bull Bragantino)
Público: 30.423 pagantes (público total: 30.579)
Renda: R$ 1.894.093,00

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Gil, João Victor e Lucas Piton; Du Queiroz, Paulinho (Gabriel Pereira), Giuliano (Gustavo Silva) e Renato Augusto (Roni); Willian () e Róger Guedes.
Técnico: Fernando Lázaro

RED BULL BRAGANTINO: Cleiton; Aderlan (Andrés Hurtado), Léo Ortiz, Natan e Luan Cândido; Jadsom, Eric Ramires, Hyoran (Miguel) e Artur; Ytalo (Alerrando) e Leandrinho (Bruno Tubarão).
Técnico: Mauricio Barbieri

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a partida: Corinthians 1 x 0 Red Bull Bragantino

x