Libertadores: Corinthians decide liderança de grupo contra o Cruz Azul

Libertadores: Corinthians decide liderança de grupo contra o Cruz Azul

O Corinthians faz nesta quarta-feira, às 22 horas, no Pacaembu, o seu jogo chave para avançar à próxima fase da Copa Libertadores. Contra o Cruz Azul, está em disputa nada mais que a liderança do Grupo 6. Mas para tirar os mexicanos do primeiro lugar, é preciso vencê-los - a diferença é de dois pontos (7 a 5), após três rodadas.


Se não bastasse o grau de dificuldade que se transforma um jogo de Libertadores, o calendário também joga contra o time de Tite. No próximo domingo tem outra parada dura: um clássico contra o Palmeiras que pode valer a liderança do Campeonato Paulista. Ou seja: uma vitória nesta quarta fará com que o Corinthians enfrente o rival com moral lá no alto. Mas o contrário é verdadeiro. Uma derrota na Libertadores pode reverberar no clássico.

Não à toa, Tite coloca em campo todos seus titulares, tanto nesta quarta como provavelmente no domingo - seja lá qual for o resultado diante do Cruz Azul. O time que vai a campo é que o empatou por 0 a 0 no México, na semana passada. Nem mesmo o retorno de Alessandro, recuperado de uma contusão na coxa, fez com que o treinador mudasse sua equipe. Edenílson, segundo volante que se mostrou um bom lateral, vai na ala direita. E Liedson também não sai do time, apesar da fase ruim pela qual atravessa.

Isso reforça a preferência do treinador pela repetição. Não basta um punhado de má atuações para Tite sacar alguém. No último treino antes da partida, o técnico não só confirmou o time como fez questão de treinar todas as jogadas ensaiadas possíveis e já manjadas.

Todo seu repertório foi testado: a passagem de Fábio Santos pela lateral esquerda tramando jogadas com Jorge Henrique, a cobrança de lateral na área para que um atleta mais alto desvie a bola de cabeça na primeira trave e as subidas de Paulinho. O que o treinador cobrou muito do time foi o posicionamento dos atletas em campo. Ele alinhava os jogadores como peças em um tabuleiro e os obrigava a respeitar as linhas do 4-2-3-1. Todos eles estavam muito próximos um do outro.

Tite resumiu o treinamento da seguinte forma: 'A essência do futebol é a compactação. Mais importante que marcar sob pressão é a equipe estar agrupada'.

O técnico espera que a equipe repita o bom desempenho da partida da semana passada. Ele acha que o Corinthians jogou bem e esteve muito perto de conseguir a vitória. 'Mas não podemos achar que isso vai facilitar nossa vida. Esse jogo passou. O grau de dificuldade será maior'.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Jô passou em branco nesta noite de quarta, diante do Grêmio

    Corinthians não cria, apenas empata com Grêmio na Arena, mas mantém vantagem na liderança

    ver detalhes
  • Pablo está se recuperando de uma contratura muscular na coxa

    Agente de Pablo fala em prioridade do Corinthians e afirma: 'Só chamar para assinar'

    ver detalhes
  • Corinthians de Romero corre risco de ver Santos se aproximar

    Corinthians mantém diferença, mas tem de secar rival nesta quinta; veja classificação atualizada

    ver detalhes
  • Rodriguinho foi eleito o pior em campo

    Carille e dupla de meias são eleitos vilões de tropeço do Corinthians contra Grêmio

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes