Nacional-PAR 1 x 3 Corinthians - 'Em casa', Timão vence e se classifica na Libertadores

Nacional-PAR 1 x 3 Corinthians - 'Em casa', Timão vence e se classifica na Libertadores

O Corinthians se garantiu antecipadamente na próxima fase da Libertadores nesta quarta-feira, ao vencer o Nacional, do Paraguai, por 3 a 1, em Ciudad del Este. Com gols de Jorge Henrique, Emerson e Elton, a equipe brasileira fugiu do 1 a 0 a que acostumou a torcida nesta temporada e aumentou a vantagem na liderança do Grupo 6.


A vitória levou o Corinthians aos 11 pontos, três à frente do Cruz Azul, segundo colocado. O Nacional é o terceiro, com quatro pontos, e já está eliminado. Mesmo sem dar espetáculo até aqui, o time paulista se firma como uma das principais equipes da competição. Além de se garantir nas oitavas de final com uma rodada de antecedência, depende apenas de um empate diante do Deportivo Táchira, no Pacaembu, na próxima quarta-feira, para garantir a primeira colocação do grupo.

Apesar de não ter o mando de campo, os corintianos contaram com grande apoio da torcida, maioria no Estádio 3 de Febrero. Pensando em arrecadar mais dinheiro, o Nacional levou a partida para Ciudad del Este, fronteira entre Brasil e Paraguai, justamente para que os brasileiros lotassem o estádio.

Timão na fente...
A partida começou amarrada, mas a primeira chance de perigo foi do Nacional. Aos 10 minutos, Jorge Henrique errou passe na defesa, Orué aproveitou e bateu. A bola ainda desviou na zaga e exigiu boa defesa de Julio Cesar, que mandou para escanteio. O Corinthians não estava bem e deixava os paraguaios ficarem com a posse de bola. Aos poucos, no entanto, o time brasileiro começou a exercer sua superioridade técnica, equilibrou as ações e passou até a levar mais perigo.

Aos 20 minutos, Paulinho deu ótimo lançamento para Jorge Henrique, que achou Liedson na marca do pênalti. O atacante tentou dominar, demorou e acabou sendo desarmado. Depois de confusão na área no lance seguinte, Danilo ainda teve a chance, mas o goleiro Don bloqueou.

Mesmo sem exercer grande pressão, o Corinthians abriu o placar aos 28 minutos. Jorge Henrique recebeu passe de Danilo, ajeitou e bateu da entrada da área. A bola pareceu sair sem força, mas passou entre as pernas de um zagueiro e o goleiro Don não conseguiu chegar a tempo. Foi o segundo gol do atacante na Libertadores, artilheiro da equipe ao lado de Danilo.

O gol diminuiu muito o ritmo da partida, que ficou truncada, com muitas faltas no meio de campo e poucas jogadas criativas. O Nacional tentava chegar nas costas dos laterais corintianos, enquanto o time brasileiro parecia satisfeito com o placar e pouco ameaçava.

Aos 39 minutos, em um lance ocasional, os paraguaios quase marcaram. Miranda bateu falta de muito longe para a área, a bola encobriu Julio Cesar, que ficou no meio do caminho, e bateu no travessão. No minuto seguinte foi a vez do Corinthians chegar com perigo em uma cobrança de falta. Emerson cabeceou na trave, mas a arbitragem já marcava impedimento.

Classificado!
O segundo tempo começou com o Nacional marcando pressão, tentando induzir a zaga corintiana ao erro. Mas o time brasileiro passou a aproveitar seu bom toque de bola e chegava com mais contundência ao ataque do que na etapa inicial. Logo aos 3 minutos, Liedson recebeu dentro da área, protegeu bem, deu bela finta no zagueiro, mas bateu fraco.

Foi justamente em uma jogada com toques rápidos que o Corinthians ampliou. Aos 6 minutos, Edenilson tabelou com Danilo, passou por três jogadores, mas ia deixando a bola escapar. Foi aí que Emerson apareceu. Com um toque o atacante driblou o goleiro e tocou para o gol.

Ao contrário do que fez no primeiro tempo, o time brasileiro seguiu pressionando após o gol e quase ampliou. Aos 12 minutos, Paulinho roubou a bola e deu ótimo passe para Emerson. Da ponta da área o atacante bateu cruzado, para revolta de Liedson, que estava dentro da área. No minuto seguinte, resposta do Nacional. Depois de erro de Emerson, os paraguaios puxaram contra-ataque. Mazzacote recebeu pela direita, cortou para o meio e bateu em cima de Julio Cesar.

Aos 21 minutos, Liedson se enrolou com a zaga e com o goleiro adversário e quase marcou. No lance seguinte, o Nacional diminuiu. O Corinthians errou na defesa e deixou Torales sozinho. Ele recebeu e chutou para grande defesa de Julio Cesar. No rebote, Peralta chutou de bicicleta, com estilo, para diminuir.

Em um lance de sorte o time brasileiro voltou a aumentar na sequência. Aos 26 minutos, Jorge Henrique tentou tocar para Paulinho, mas a bola sobrou para Emerson. O atacante dividiu com o goleiro Don e a bola sobrou para Elton, sozinho, que só teve o trabalho de tocar para o gol e selar o placar.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Dentinho publicou fotos de 'poker alvinegro' nesta quarta-feira

    Dentinho publica fotos de 'poker alvinegro' com ex-goleiro do Corinthians e mesa personalizada

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez vai concorrer à presidência do Corinthians pela segunda vez

    Andrés Sanchez pode perder foro privilegiado se cumprir promessa de campanha no Corinthians

    ver detalhes
  • Lucca jogou emprestado à Ponte Preta em 2017

    Proposta curiosa do Cruzeiro pode colocar atacante do Corinthians no São Paulo; entenda

    ver detalhes
  • Rodriguinho está na mira dos chineses

    Chineses intensificam sondagens, e Rodriguinho pode deixar Corinthians no início de 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes