Vasco esfria plano da DIS de valorizar Dedé na Libertadores pelo Corinthians

Vasco esfria plano da DIS de valorizar Dedé na Libertadores pelo Corinthians

Dedé admitiu que quer vir pro Corinthians

Dedé admitiu que quer vir pro Corinthians

Foto: Rafael Ribeiro/CBF

Ao recusar oferta da DIS de 4,5 milhões de euros pelos 45% dos direitos econômicos de Dedé, o Vasco minou a estratégia da empresa para tentar 'acelerar? a valorização do zagueiro.

Recentemente, ela comprou os 55% dos direitos que pertenciam a investidores. O blog apurou que a ideia da DIS era transferir o jogador para o Corinthians. Avaliava que com o beque na Libertadores e no time mais badalado do país as chances de lucrar numa futura venda seriam maiores. Isso apesar de o braço esportivo do Grupo Sonda manter boa relação com os vascaínos.

Acontece que o Vasco disse que não aceita a transferência de Dedé para um clube brasileiro.

'O Corinthians nunca participou da negociação. Quem estava no negócio era a DIS?, limitou-se a dizer ao blog Thiago Ferro, diretor executivo da empresa.

O Vasco já tinha recusado oferta de 7 milhões de euros da própria DIS por 100% dos diretos (e não por 45% como publicou o blog incorretamente nesta quarta). Na ocasião, a empresa comprou apenas a parte dos investidores. Pela proposta inicial, o Vasco ficaria com 3,15 milhões de euros.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Jô pode não viajar até a cidade de Tunja, na Colômbia

    Corinthians deve poupar jogadores e pode ter vários jovens da base na Colômbia

    ver detalhes
  • Guilherme Torres jogará mais quatro anos no Deportivo La Coruña

    Recopa, invasão da Fiel no Japão, Carille, La Coruña... Guilherme Torres fala ao Meu Timão

    ver detalhes
  • Pablo foi tranquilizado mais uma vez pela diretoria do Corinthians, que segue confiante

    Sem pressa e confiante: diretoria do Corinthians nem cogita possibilidade de perder Pablo

    ver detalhes
  • Presidente Roberto de Andrade na Arena Corinthians

    Presidente do Corinthians rechaça propostas oficiais, mas não garante permanência de todos

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes