Corintianos dizem que jogaram melhor e lamentam chances perdidas no clássico

Corintianos dizem que jogaram melhor e lamentam chances perdidas no clássico

Corintianos dizem que jogaram melhor e lamentam chances perdidas no clássico

Corintianos dizem que jogaram melhor e lamentam chances perdidas no clássico

Gustavo Franceschini

Do UOL, em São Paulo

O Corinthians não fez a partida que queria, mas chegou mais vezes ao ataque e deixou o campo lamentando o empate. Para alguns dos comandados de Tite, o 0 a 0 diante do Santos poderia ter sido uma vitória não fossem as chances desperdiçadas.
 
'Faz parte. A gente veio com o propósito de sair com a vitória, tivemos a chance, mas não conseguimos finalizar bem e ficamos com o empate?, definiu o volante Ralf.

'Acho que a gente teve mais chance. Bobeamos na linha de impedimento. Pato, Sheik e Guerrero poderiam ter saído na cara do gol mais vezes. Não era o que queríamos, mas um empate no clássico está bom?, disse Paulo André.
 
O Corinthians, de fato, levou mais perigo ao Santos que o contrário. No primeiro tempo, Guerrero só não fez o dele porque Galhardo o bloqueou em cima da linha. Na sequência, Paulinho demorou a definir uma jogada de Pato e também perdeu uma ótima chance.

A melhor de todas, no entanto, veio no segundo tempo, logo aos 4 minutos. Após ótimo passe de Ralf, Renato Augusto saiu na cara do gol, tentou encobrir o goleiro Rafael e acabou mandando por cima do travessão.
 
'A bola deu uma quicada e subiu muito. Minha ideia inicial era driblar, mas tive que trocar rápido. Fui infeliz ali no momento?, disse Renato Augusto ao fim do jogo.
 
Do lado santista, foram dois os principais momentos. O primeiro logo aos 5 minutos de jogo, quando Cícero fez de cabeça, mas o lance foi anulado porque ele estava impedido. Depois, aos 33 minutos da etapa final, Marcos Assunção acertou a trave de Cássio, mas também não conseguiu tirar o zero do marcador.

Foto: Reprodução/UOL

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Gol de Balbuena abriu o placar nesta quarta-feira

    Balbuena e Pedrinho marcam, Corinthians despacha colombianos e avança na Sul-Americana

    ver detalhes
  • Embalado sob o comando de Carille, Timão alcançou marca obtida há 80 anos

    Corinthians de Carille iguala segunda maior invencibilidade da história alvinegra

    ver detalhes
  • Romero em ação contra o Fluminense, no Maracanã

    Fora contra o Patriotas, Romero vira dúvida para o duelo com o Flamengo na Arena Corinthians

    ver detalhes
  • Guilherme Arana segue no Corinthians

    Clube espanhol faz oferta milionária por Arana e se torna mais um a ouvir 'não' do Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes