Após reunião, Corinthians confirma entrega da Arena Corinthians em dezembro

Após reunião, Corinthians confirma entrega da Arena Corinthians em dezembro

Após reunião realizada nesta quarta-feira, Fifa e Corinthians garantiram que a Arena Corinthians será entregue no dia 31 de dezembro de 2013. A previsão contraria estimativa anterior do clube brasileiro, que citou fevereiro de 2014 como prazo estipulado pela Fifa em meio à polêmica com o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, na terça-feira.


A entrega ainda neste ano foi confirmada em reunião realizada no Rio de Janeiro que contou com todas as partes interessadas na construção da Arena Corinthians. Além de Valcke, estiveram presentes Benedicto B. da Silva, presidente da construtora Odebrecht, Ricardo Trade, dirigente do Comitê Organizador Local da Copa (COL), e Andrés Sanchez, ex-presidente e representante do Corinthians para tratar de assuntos relativos ao estádio.

O encontro teve por objetivo aparar as arestas entre Valcke e o Corinthians em razão de polêmica iniciada pelo representante da Fifa. Na terça, o secretário-geral cobrou maior rapidez nas obras da Arena Corinthians e cogitou cortar São Paulo da Copa do Mundo. A declaração desagradou a diretoria corintiana, que rejeitou a 'pressão'. 'Se entendem que devem mudar o local de abertura da Copa, fiquem à vontade', afirmara o clube.

O Corinthians ainda argumentou que a Fifa teria dado prazo mais longo - fevereiro de 2014 - para o estádio que abrirá o Mundial, apesar das declarações insistentes de Valcke de que todos os estádios deverão ser entregues até dezembro deste ano. Diante da polêmica, Valcke recuou e veio a público para negar a eventual exclusão do estádio do Corinthians antes mesmo da reunião desta quarta.

'Nós estamos muito satisfeitos com a reunião e com o fato de que foi possível dialogar frente a frente', declarou, ao reiterar o prazo final em dezembro. 'São Paulo será um exemplo às outras cidades para entregar o estádio no prazo, em 31 de dezembro. A conversa com o Corinthians foi muito proveitosa já que nós dois entendemos que temos o mesmo objetivo, que é ter o estádio pronto', disse Valcke.

Andrés Sanchez manteve o tom diplomático e minimizou o que chamou de 'mal entendido'. 'A reunião foi excelente. Houve um mal entendido, mas São Paulo e o Corinthians estão conscientes de sua responsabilidade. Eu sempre tive certeza de que nós iríamos organizar o jogo de abertura da Copa do Mundo e agora eu tenho ainda mais certeza. O calendário acordado com a Fifa será respeitado', garantiu.

Mesmo ausente na reunião, o presidente do COL e da CBF, José Maria Marin, disse ter ficado satisfeito com o resultado do encontro. 'Estou muito contente com o resultado do encontro e com o compromisso de todas as partes para que São Paulo, assim como as outras sedes da Copa do Mundo, entregue o estádio no prazo para garantir que organizaremos um grande evento em 2014', disse Marin, que se reunirá com a diretoria do COL nesta quinta, no Rio.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Alan Mineiro gostaria de permanecer no Corinthians, mas não está nos planos do clube

    Alan Mineiro deve ser vendido pelo Corinthians e disputar a Série B em 2017

    ver detalhes
  • É tudo política, estúpido!

    [Marco Bello] É tudo política, estúpido!

    ver detalhes
  • Diversos torcedores não conseguiram efetuar a troca de ingressos

    Com fila absurda e nova confusão, torcida do Corinthians esgota ingressos para final da LNF

    ver detalhes
  • Oswaldo negou que seus treinos sejam repetitivos

    Oswaldo volta a sinalizar escalação do Corinthians em coletivo e explica semana de treinos

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes