Paulo André evita atrito com Neymar, mas pede lealdade ao santista

Paulo André evita atrito com Neymar, mas pede lealdade ao santista

Paulo André evita atrito com Neymar, mas pede lealdade ao santista

Paulo André evita atrito com Neymar, mas pede lealdade ao santista

Gustavo Franceschini e Luiz Paulo Montes
Do UOL, em São Paulo


Paulo André deixou o gramado da Vila Belmiro no primeiro tempo reclamando de uma pancada sofrida em uma disputa com Neymar. Nesta segunda, depois do título corintiano, ele comentou o lance e evitou entrar em polêmica com o santista, mas pediu lealdade em campo.

'É um jogo de futebol, tem contato, malandragem, faz parte do jogo. Aqui fora a gente se cruza, se cumprimenta, já nos encontramos em um restaurante. Logo depois da final ainda é mais complicado [se encontrar], mas depois a gente volta a trocar mensagens', amenizou Paulo André, sem, no entanto, retirar as críticas de domingo.

'A disputa ali no começo [do jogo] foi mais complicada. Eu olhei para trás, o juiz falou que viu. A gente sabe quando isso acontece, quando tem maldade. O importante ali era não ser expulso naquele momento do jogo', disse o zagueiro.

Um dos repórteres presentes perguntou se a atitude de Neymar não seria uma resposta à crítica de Pepe, ídolo do Santos que no início do ano pediu que o camisa 11 revidasse às faltas que sofre. Paulo André discordou.

 'O seu Pepe foi meu treinador, fez história jogando ao lado do Pelé, mas eu acho que tem de ter lealdade', resumiu o zagueiro corintiano.

Esse não é o primeiro entrevero entre os dois. No ano passado, os dois trocaram farpas no primeiro encontro entre os rivais no Campeonato Brasileiro, que terminou com vitória santista por 3 a 2, com direito a gol em triplo impedimento.

Depois da partida, Tite disse que Neymar era um mau exemplo para as crianças por simular demais. Paulo André foi na mesma linha. 'Dentro de campo tem direito de fazer de tudo, mas se for simulação tem de ser advertido com cartão. Se forem duas vezes, expulsão. Ele simula bastante durante o jogo. Ponto. Todo mundo tem acesso aos vídeos, é só ver', disse o zagueiro na época.

Foto: UOL

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Roberto de Andrade assumiu presidência do Corinthians em fevereiro de 2015 e segue até 2018

    Conselheiros barram votação do impeachment, e Roberto de Andrade segue presidente do Corinthians

    ver detalhes
  • Votação do impeachment no Parque São Jorge

    Confira em tempo real a votação do impeachment de Roberto de Andrade

    ver detalhes
  • Rodriguinho deve ser uma das opções para o Corinthians no BR-17

    Corinthians tem Chape e clássicos logo no começo; veja a tabela completa do BR-17

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade pode ser afastado nesta segunda-feira

    Linha do tempo e opiniões de conselheiros: tudo sobre o tema impeachment no Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes