Corinthians procura máscara de acrílico ou couro para Renato Augusto jogar clássico

Corinthians procura máscara de acrílico ou couro para Renato Augusto jogar clássico

Corinthians procura máscara de acrílico ou couro para Renato Augusto jogar clássico

Corinthians procura máscara de acrílico ou couro para Renato Augusto jogar clássico

José Ricardo Leite
Do UOL, em São Paulo

O Corinthians começa a partir da tarde desta segunda-feira a busca por uma máscara especial para que o meia Renato Augusto possa ter condições de jogo para o clássico contra o São Paulo, no dia 17, pelo segundo jogo da Recopa Sul-Americana.

O meio-campista Renato Augusto passou por uma cirurgia no rosto na manhã desta segunda-feira no Hospital São Luiz, em São Paulo, e a previsão inicial e informada pela assessoria de imprensa é de que ficaria até três semanas fora.

Mas o médico do clube, Joaquim Grava, afirmou que existe a chance de o meia participar do jogo da semana  que vem com uma máscara especial que será encomendada pelo clube. A partir dessa tarde o departamento médico já vai atrás da máscara salvadora.

'Existe sim a chance (de jogar contra o São Paulo).  Depende só de como ele vai se sentir nos treinos. E tem a máscara que estamos procurando. Me parece que tem uma empresa que faz essas máscaras especiais e vamos ver tudo isso hoje. Tudo deve ser definido até quinta-feira. A máscara pode ser de acrílico ou couro, só não pode ser metal', falou grava.

O jogador sofreu uma fratura no arco zigomático após levar uma cotovelada no jogo do último domingo,  quando o Corinthians venceu o Bahia por 2 a 0, na Fonte Nova, pelo Campeonato Brasileiro.

De acordo com a assessoria de imprensa do Corinthians, a cirurgia foi um sucesso e o meia deve voltar a treinar já na próxima quarta-feira com o restante do elenco.

Renato Augusto teve uma forte pancada em um choque com o atacante Souza no início do segundo tempo após uma cobrança de escanteio. Ele ficou caído no chão e pouco depois foi substituído. Na entrevista coletiva, o técnico Tite não demonstrou muito otimismo com o caso do atleta.

'Vamos ajudar muito o Renato, o grupo todo. Quando sai machucado, é duro. Vou deixar para o grupo médico falar. Ele vai ter todo o suporte e carinho do torcedor. Não sei dimensionar nada, mas vai ficar fora um tempo'.

Esta é a segunda fratura no rosto que Renato acumula na carreira. Em 2008, quando vestia a camisa do Flamengo, ele levou uma cabeçada na face durante um jogo contra o Boavista-RJ.

O atleta passou dois meses afastado dos gramados e teve que colocar três placas de titânio de 1,5 milímetro de espessura e 11 parafusos para a sustentação do malar. Até hoje, ele convive com os parafusos e carrega cicatrizes no rosto.
Foto: UOL

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Carille vai mudar rotina do Timão e tirar concentração do CT

    Pela primeira vez em seis anos, Corinthians deixa CT para se concentrar ao lado do Morumbi

    ver detalhes
  • Homero transformou bandeira invertida em taça da Libertadores nas costas de Edinho

    21 anos após erro de tatuador, corinthiano fecha costas com lembranças épicas da Libertadores

    ver detalhes
  • Parte do elenco Sub-20 permanecerá no Brasil

    Em próxima data FIFA, Corinthians Sub-20 viaja para a Espanha e enfrenta Deportivo La Coruña

    ver detalhes
  • Meia atuou nas categorias de base do Corinthians por três anos

    Cinco anos depois, Corinthians recebe parte da venda de Lucas Moura por ser clube formador

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes