Com Pato decisivo, Corinthians bate o Luverdense e evita vexame na Copa do Brasil

Com Pato decisivo, Corinthians bate o Luverdense e evita vexame na Copa do Brasil

Com Pato decisivo, Corinthians bate o Luverdense e evita vexame na Copa do Brasil

Com Pato decisivo, Corinthians bate o Luverdense e evita vexame na Copa do Brasil

Gustavo Franceschini
Do UOL, em São Paulo


 No Corinthians há oito meses, Pato já foi titular, destaque, marcou em clássicos e até voltou à seleção brasileira, mas também perdeu gols feitos, amargou a reserva e foi vaiado. Nessa gangorra, o camisa 7 só não tinha sido uma coisa: decisivo. Diante do Luverdense e a perspectiva de um vexame histórico, o atacante mudou essa história, chamou a responsabilidade e resolveu as oitavas da Copa do Brasil com um gol e uma bela atuação no 2 a 0 diante do time mato-grossense, garantindo a vaga do time do Parque São Jorge. Na próxima fase, o adversário será o Grêmio.

A vitória folgada apaga a derrota inesperada da semana passada, quando um Corinthians irreconhecível perdeu por 1 a 0 para um time da terceira divisão. Sob muita pressão, mas com forte apoio da torcida, a equipe do técnico Tite voltou a apresentar bom futebol e muita motivação, mesmo diante de um adversário duro, bem armado e perigoso. 

 E se avançou sem maiores sustos, o Corinthians pode agradecer principalmente a Douglas e Pato. O camisa 10 foi o maestro que se espera, com passes precisos pelo meio e a capacidade de encontrar companheiros nas costas da defesa do Luverdense. Já Pato, pela esquerda, destacou-se pelo ímpeto decisivo, brigando pela bola, arriscando jogadas e chamando a responsabilidade em momentos como as cobranças de falta.

Foi em uma dessas que ele abriu o placar aos 30 minutos do primeiro tempo, mas antes disso o Pacaembu já o tinha visto chutar a gol duas vezes com perigo, cometer faltas e pedir a bola. Seus companheiros também tinham animado a torcida.

Paulo André, logo aos 9 minutos, arriscou-se como atacante e exigiu uma grande defesa de Gabriel Leite com um chute cruzado, que terminou no travessão. Ralf, em uma bola que sobrou na marca do pênalti, também teve boa chance, mas mandou por cima do gol.

A emoção ficou por conta de Edenílson. O lateral destoou dos companheiros e deu enorme espaço para o Luverdense, que apostou em bolas lançadas para seus rápidos homens de frente. Na mais perigosa delas, Washington ganhou uma disputa fácil na intermediária e saiu livre diante de Cássio, mas mandou com perigo para fora.

Pato, então, decidiu. Aos 30 minutos, arrancou em direção ao gol com chance de fazer e foi derrubado perto da entrada da área. Na cobrança, ele barrou Douglas, especialista no fundamento, bateu rasteiro e viu Gabriel Leite espalmar para dentro do gol.

O alívio do gol só fez bem ao Corinthians. Com o empate no placar agregado, o time criou mais chances. Guerrero perdeu uma chance incrível após belo passe de Danilo ao tentar limpar o goleiro. Ibson tirou de Gabriel Leite, mas seu chute parou no rosto do camisa 1 rival. Pato, de novo, resolveu, dessa vez com mais auxílio. .

Aos 44 minutos, ele limpou um zagueiro e encontrou Douglas na esquerda. O meia cruzou rasteiro, Ibson deu um belo toque de letra e Fábio Santos, debaixo do gol, só tocou para dentro, fazendo o Pacaembu explodir com a classificação que já se avizinhava.

Só que, se o 1 a 0 fez bem, o 2 a 0 diminuiu o ritmo do Corinthians, que demorou cerca de 15 minutos para sequer assustar Gabriel Leite. O primeiro lance de destaque do jogo na etapa final foi de Tite, que sacou Ibson para a entrada de Alessandro. O ex-flamenguista, eleito pela torcida um dos responsáveis pela má fase, deixou o gramado muito vaiado.

Fora isso, o segundo tempo foi de um Corinthians dominante, mas ciente da vantagem e econômico no ataque. Na defesa, Gil, Ralf e Paulo André fizeram o papel tradicional e não deram chance ao Luverdense, que pouco pôde fazer.

A vitória serviu de reconciliação com a torcida, que vinha pegando no pé da equipe. No fim do jogo, o público ignorou qualquer eventual chance do Luverdense e puxou até uma 'ola'. Pato, vaiado em suas últimas passagens pelo Pacaembu, foi bastante aplaudido quando Léo entrou em seu lugar.

Um alívio para Tite e companhia, que agora podem focar no Campeonato Brasileiro. O primeiro jogo das quartas de final será só em 23 de outubro, dando tempo suficiente para o time voltar a brigar por uma vaga no G-4. No próximo fim de semana, a equipe recebe o Flamengo, no Pacaembu.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Oswaldo divulgou lista de relacionados do Corinthians

    Com apenas um desfalque, Corinthians divulga lista de relacionados para enfrentar Cruzeiro

    ver detalhes
  • Corinthians imagina que receberá propostas por Yago e Balbuena

    Corinthians estuda vender zagueiro e intensifica busca por contratação defensiva

    ver detalhes
  • Michel (à esq.) e o sobrinho foram ao Maracanã naquele 23 de outubro

    Terceiro corinthiano solto no Rio desabafa: 'Fui pra ver o jogo, não pra brigar'

    ver detalhes
  • Sub-20 comemorando título do Corinthians/UNIP no futsal

    Sub-20 conquista título estadual e Corinthians fica perto de fim de ano perfeito no futsal

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes