Motim! "Rebelião" de jogadores contra CBF ganha as redes sociais

Motim! "Rebelião" de jogadores contra CBF ganha as redes sociais

Bom Senso FC ganhou as redes sociais

Bom Senso FC ganhou as redes sociais

' O movimento contra o calendário da CBF criado por jogadores das Séries A e B do Campeonato Brasileiro pretende usar as redes sociais para ganhar novas adesões. Tanto que o grupo, que se autodenominou 'Bom Senso FC', já lançou perfis oficiais no Facebook e no Twitter.


Em pouco mais de 24 horas no ar, a página do movimento no Facebook já contava com quase dez mil seguidores. Enquanto isso, o perfil do grupo no Twitter, no mesmo período, já possuía quase mil seguidores.

Para se organizar e criar o manifesto publicado nesta terça-feira, os 75 jogadores utilizaram uma outra rede social. As conversas do grupo foram feitas através do Whatsapp (aplicativo para celulares), que é uma espécie de bate-papo via mensagem.

O grupo conta com jogadores de 18 dos 20 clubes do Brasileirão, com as exceções de Náutico e Vitória, além de atletas da Série B. O movimento se diz independente, ou seja, não está ligado a sindicato de jogadores algum e exige uma reunião com dirigentes para discutirem o assunto publicamente.

O motim contra o presidente José Maria Marin e seu vice Marco Polo Del Nero acontece poucos dias, após a divulgação do polêmico calendário nacional de 2014. Na sexta-feira, a CBF publicou o documento, que delineou o início dos estaduais para o dia 12 de janeiro.

Caso esta data seja respeitada, os clubes que disputam o Brasileirão terão apenas quatro dias de 'pré-temporada' até suas estreias nos estaduais. Isso porque, se forem respeitados os 30 dias de férias, os times voltariam das férias apenas no dia 8 de janeiro, já que o Brasileirão acaba em 8 de dezembro.

Outras reivindicações
Além da reclamação com relação à pré-temporada ?' que não existe no Brasil -, o movimento também pede uma adequação ao calendário europeu, que começa no meio de um ano e termina no meio do outro. Os jogadores também solicitam a redução de jogos no Brasil.

Recentemente, alguns jogadores se revoltaram com a 'maratona' de jogos enfrentadas no futebol brasileiro, entre eles os meias Alex, do Coritiba, e D?Alessandro, do Internacional. Além da falta de tempo para treinos, o desgaste pelo númeroi excessivo de jogos tem causado muitas lesões nos atletas. Consequentemente, o nível dos jogos é comprometido.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Corinthians e Ponte empataram em 1 a 1 em duelo válido pela fase de grupos do Paulistão

    'Desacreditados', Corinthians e Ponte Preta abrem neste domingo final do Campeonato Paulista

    ver detalhes
  • Universidade Brasil firmou acordo com Corinthians para primeiro jogo da final estadual

    Corinthians anuncia patrocínio pontual para final do Paulistão; veja como fica a camiseta

    ver detalhes
  • Alan Mineiro não volta ao Corinthians em 2017

    Corinthians empresta Alan Mineiro para quarto clube diferente em menos de um ano

    ver detalhes
  • Casuals foi derrotado nos pênaltis neste sábado; próxima temporada só em agosto

    Nos pênaltis, Corinthian-Casuals perde final e adia sonho de subir de divisão

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes