Procurador do STJD diz que briga entre são-paulinos e PM pode acabar em punição ao Timão

Procurador do STJD diz que briga entre são-paulinos e PM pode acabar em punição ao Timão

Briga entre São Paulinos e a polícia

Briga entre São Paulinos e a polícia

' A briga entre torcedores do São Paulo e policiais militares durante o intervalo do clássico Majestoso, neste domingo, pode acabar em punição ao Corinthians. Isso porque, segundo o procurador do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Paulo Schmitt, a confusão pode ter começado, após uma suposta bomba atirada pela torcida alvinegra.

'Por enquanto, o São Paulo deve ser denunciado. Mas o Corinthians também pode ser. Vamos avaliar todo o material que temos, para verificar se houve a participação dos torcedores corintianos', avisou o procurador.

Caso os dois clubes sejam denunciados, seriam enquadrados no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). Neste caso, ambos correm o risco de perder de um a dez mandos de campo. Além disso, podem receber multa de de R$ 100 a R$ 100 mil.

Se o Timão for punido com mais uma perda de mando, seria possivelmente a quarta punição somente em competições nacionais, neste ano. Neste Brasileirão, o time já havia perdido quatro mandos de campo por conta da briga entre torcedores corintianos e do Vasco, no Estádio Mané Garrincha.

Não bastasse isso, o Corinthians ainda corre o risco de receber punição por conta da atitude de sua torcida na derrota para Portuguesa, por 4 a 0, em Campo Grande. o árbitro Raphael Klaus relatou na súmula que o assistente Bruno Salgado Rizo foi atingido por uma garrafa plástica, atirada do setor onde se encontrava a torcida alvinegra.

Mais recentemente, o Timão também perdeu dois mandos na Copa do Brasil, após sua torcida acender sinalizadores dentro do estádio na partida contra o Luverdense. E antes, na Libertadores, o time precisou disputar um jogo com portões fechados e a torcida foi proibida de ir aos jogos em que o clube fora visitante.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Corinthians volta a jogar nesta segunda pela Liga Nacional

    Corinthians encara 'reforçado' Sorocaba na primeira final da Liga Nacional

    ver detalhes
  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes