Perto de adeus a corintianos, Tite evita projetar futuro

Perto de adeus a corintianos, Tite evita projetar futuro

Perto de adeus a corintianos, Tite evita projetar futuro

Perto de adeus a corintianos, Tite evita projetar futuro

A decisão da diretoria do Corinthians de anunciar com antecedência a não renovação do contrato do técnico Tite criou para ele o desconforto de ter de responder sobre seu futuro e o do time a cada rodada. Por outro lado, abrir o jogo sobre a saída do homem que comandou o time alvinegro a suas maiores glórias deu a Tite a oportunidade de apreciar o tempo que lhe foi dado. E é essa opção que o treinador decidiu valorizar.


Depois da derrota para o Flamengo, 1 a 0, no último domingo, no Maracanã, Tite falou menos da partida, apenas mais uma no melancólico fim de campanha em um frustrante Campeonato Brasileiro, do que tratou do seu desligamento do Corinthians.

Tratar também é uma forma de dizer, pois o técnico foi evasivo e genérico como de hábito, evitando se aprofundar sobre contatos com outros clubes e o acerto já encaminhado com Mano Menezes para ser seu substituto.

'Não vou fazer julgamento (da decisão da diretoria). Foi um período de três anos em que todas as pessoas viveram um momento mágico, unidas e dedicadas a isso. Não vou julgar a diretoria', comentou Tite, na postura de se manter diplomático e agradecido.

Não se mostrou muito animado a abordar temas como uma transição franca com o próximo técnico corintiano, para troca de ideias e sugestões para a reformulação do elenco, seara em que Tite também não quis entrar.

Palavras à parte, o semblante do treinador acusava abatimento e uma ponta de tristeza pelo rompimento. Serão apenas mais dois jogos à frente do Corinthians, o fim de um ciclo histórico para o clube e para o técnico. Na próxima rodada, a despedida do Pacaembu e da Fiel, contra o Internacional, no sábado, às 21 horas. No dia 8, o Náutico, no Recife.

Tite recebeu contatos do exterior, além de despertar o interesse dos clubes brasileiros. Entre as opções além-mar conhecidas, a China e o Catar são possíveis destinos. O máximo que Tite se permitiu falar sobre o futuro, depois de cravar que vai 'viver o Corinthians até o último minuto', foi garantir que a decisão será tomada com calma, sem precipitação e apenas ao fim do ano.

'Nunca fiz nada apenas pelo dinheiro. Vou terminar meu compromisso com o Corinthians, depois vou me dedicar à família e ver minhas possibilidades.'

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Meia fica fora de treino de bolas paradas e pode iniciar jogo no banco

    Carille ensaia escalação do Corinthians sem Jadson; definição fica para sexta

    ver detalhes
  • Jô recordou caso em que foi vítima de ofensa racista com Love na Rússia

    Jô lamenta injúria racial no Nilton Santos e lembra episódio na Rússia

    ver detalhes
  • Reforço do Barcelona, Paulinho foi apresentado à torcida e à imprensa nesta quinta-feira

    Apresentado no Barcelona, corinthiano Paulinho diz não temer pressão

    ver detalhes
  • Diante do Grêmio, Paulo Roberto teve melhor atuação com camisa do Corinthians

    Corinthians acerta contratação definitiva de Paulo Roberto, garante diretor

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes