Líder do Bom Senso, Paulo André prevê greve dos atletas

Líder do Bom Senso, Paulo André prevê greve dos atletas

Líder do Bom Senso, Paulo André prevê greve dos atletas

Líder do Bom Senso, Paulo André prevê greve dos atletas

A pouco mais de uma semana do início dos campeonatos estaduais, um dos líderes do movimento Bom Senso FC, o zagueiro Paulo André (foto), afirmou nesta terça-feira que a greve de jogadores no futebol brasileiro pode mesmo ocorrer em 2014 caso as reivindicações do grupo não sejam atendidas. 'É mais do que possível. Nada está descartado', avisou o defensor do Corinthians.


Paulo André disse que a greve é necessária porque o Bom Senso obteve poucos avanços nas exigências que fez em relação às mudanças estruturais no futebol brasileiro. Segundo ele, apenas um pedido foi atendido até agora, o de uma pré-temporada mais longa em 2015. Mas o zagueiro admitiu que isso aconteceu mais por uma vontade da TV Globo, detentoras dos direitos de transmissão, do que por exigência do movimento.

'(A greve) é a única medida viável para que as pessoas que dirigem o futebol se preocupem com o que estamos falando. O Bom Senso vai tentar um diálogo para que os responsáveis pelo futebol tomem uma atitude. Lamentamos o desprezo e a falta de consideração com o futebol brasileiro, que está jogado às traças', criticou o zagueiro, um dos líderes do grupo que já conta com cerca de mil jogadores.

Ideias!
O Bom Senso, em reunião com dirigentes do futebol brasileiro, propôs um modelo de fair play financeiro (punição aos clubes devedores) e um calendário mais equilibrado. 'Os times do interior jogam três meses. A partir de abril, 18 mil atletas ficarão desempregados. Eles são boias frias do futebol e estamos lutando por eles', afirmou Paulo André.

Ele também revelou que o grupo trabalhou 'intensamente' no mês de dezembro, mesmo durante as férias dos jogadores, preparando novos protestos para este ano. Nas próximas semanas, segundo Paulo André, o Bom Senso vai divulgar novas ações - provavelmente, elas acontecerão na primeira rodada do Campeonato Paulista, que começa no dia 18 de janeiro.

Em entrevista coletiva nesta terça-feira no CT do Corinthians, o zagueiro ainda emitiu opinião sobre o 'caso Lusa', mas fez questão de ressaltar que esta não é uma posição oficial do Bom Senso e, sim, uma visão dele. Sem entrar no mérito se a Portuguesa deve ou não ser rebaixada à Série B, Paulo André culpou a desorganização da CBF pelo polêmico caso.

'Em um campeonato de escola, de clube, existe um mesário que não deixa o cara que está proibido jogar. A CBF tem um cara para isso, que é o delegado da partida, mas nada acontece. Se a punição é correta ou não, não sei. Deveria punir? Talvez. Mas é fruto da desorganização. Agora já foi. E se tentarem uma virada de mesa, vai ficar mais explícito (a desorganização)', avaliou.

Fonte: Futebol Interior

Veja Mais:

  • Minds Idiomas segue na manga da camisa corinthiana em 2018

    Com até bolsa de estudos a jogadores, Corinthians renova com patrocinador para manga da camisa

    ver detalhes
  • Renê Júnior, Zé Rafael e Juninho Capixaba: Corinthians de olho em trio do Bahia

    Novo presidente do Bahia é eleito, e Corinthians deve definir ao menos três negociações

    ver detalhes
  • Ronaldo não tem interesse em trabalhar com futebol no Brasil

    Ronaldo admite apoio a Andrés, mas nega vontade de assumir cargo no Corinthians

    ver detalhes
  • Meia pode ser envolvido em troca por jogadores do atual plantel alvinegro

    Segundo jornalista, Corinthians lidera briga com rivais paulistas por meia do Fluminense

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes