Tudo o que o Corinthians quer é vencer em casa. E terá sequência inédita

Tudo o que o Corinthians quer é vencer em casa. E terá sequência inédita

Tudo o que o Corinthians quer é vencer em casa. E terá sequência inédita

Tudo o que o Corinthians quer é vencer em casa. E terá sequência inédita

O ano de 2014 para o Corinthians foi de recomeço após a saída do técnico Tite. Com Mano Menezes, viveu período de reconstrução e pagou o preço da crise: invasão ao CT Joaquim Grava, dispensas importantes, como a saída de Alexandre Pato, e a má campanha no Paulistão, com queda precoce ainda na primeira fase. Tudo isso começa a se reverter agora, com bom início no Brasileirão. Com ressalva importante: o Corinthians ainda tropeça jogando em casa, mas terá sequência inédita na temporada para tentar reverter o problema.

Os próximos três jogos do Corinthians pelo Brasileirão serão em casa: Cruzeiro, quarta-feira, no Canindé, e Botafogo, domingo, na Arena Corinthians - último teste do estádio antes de abrir a Copa do Mundo - antes da pausa. Depois, o time de Mano Menezes volta no dia 16 de julho enfrentando o Inter, ainda sem local definido. Em 2014, não houve nenhum outro momento em que o Corinthians autou três vezes seguidas em casa.

No Brasileirão, o Corinthians conquistou apenas quatro pontos em nove possíveis como mandante. Venceu o Flamengo no Pacaembu, apenas. Perdeu de Figueirense e empatou com o Atlético-PR nas rodadas que antecederam a vitória de goleada sobre o Sport. Fora de casa, conquistou oito de 12 que disputou. Além da vitória na Ilha do Retiro, derrotou a Chapecoense e empatou com o rival São Paulo e com o Atlético-MG, na abertura do Brasileirão.

'Deixamos a desejar nos primeiros dois jogos, mas nossa equipe no começo foi bem, fizemos bons resultados fora de casa. Tem de fazer nosso dever de casa porque é muito importante para quem quer brigar pelo título', disse o meia Jadson, autor de dois gols e protagonista na vitória sobre o Sport, na última segunda, no CT. No domingo, após a partida em Recife, ele já havia afirma que Mano Menezes tinha feito definitivamente a equipe entender quão importantes eram os pontos desperdiçados em casa.

Estranhamente, porém, este Corinthians parece preferir jogar fora de casa: 'Fora de casa as equipes têm que sair pro ataque, a nossa equipe tem aproveitado bem os espaços. Dentro de casa, você pega uma equipe totalmente fechada, às vezes acaba complicando, tem de ter um pouco de paciência. Quando abrir espaço fazer uma jogada. Não conseguimos fazer isso nos dois jogos aqui. Mano tem conversado com a gente pra aproveitar mais isso em casa, tomara que contra o Cruzeiro a gente possa ter mais paciência', completou o meia.

Fonte: Terceiro Tempo

Veja Mais:

  • Auricchio (à dir.) passou a integrar diretoria da base do Corinthians

    Corinthians nomeia ex-diretor de futebol para cargo na base

    ver detalhes
  • Após 1 a 1 na Arena, Timão volta a campo contra São Paulo na tarde deste domingo

    Rival tropeça, e Corinthians pode diminuir distância para primeira colocação geral

    ver detalhes
  • Carille não confirmou a equipe titular que enfrenta o São Paulo

    Rodriguinho não treina e Balbuena volta: veja provável escalação do Corinthians para o Majestoso

    ver detalhes
  • Em rede social, Kazim responde Gabriel: 'Pra cima dos bambis'

    Em rede social, Kazim provoca São Paulo antes de clássico: 'Pra cima dos bambis'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes