Supremacia Corinthiana em cima do São Paulo

Desde 11 de fevereiro de 2007, foram nove encontros e supremacia corintiana: cinco vitórias e quatro empates. O tabu será colocado à prova esta tarde, no Pacaembu, local onde o time de Adilson...
Betão foi autor do gol de uma das vitórias recentes em cima delas

Betão foi autor do gol de uma das vitórias recentes em cima delas

Desde 11 de fevereiro de 2007, foram nove encontros e supremacia corintiana: cinco vitórias e quatro empates. O tabu será colocado à prova esta tarde, no Pacaembu, local onde o time de Adilson Batista ganhou as 7 partidas que disputou como mandante no Brasileiro.

"É claro que é importante quebrarmos essa marca, mas não podemos ficar pensando só nisso. Nossa meta é pontuar, não para derrubar tabu, mas para se aproximar da parte de cima da tabela e voltar a brigar pelo G-4", afirma o atacante são-paulino Ricardo Oliveira, confiante em derrubar a marca dos corintianos.

No único encontro entre as equipes na temporada, também no Pacaembu, vitória corintiana por 4 a 3, no Estadual. O gol da vitória, contudo, saiu nos acréscimos, contra, de Alex Silva, em chute cruzado de Iarley. Titular nos últimos jogos, o atacante evita fazer festa por causa da marca. "O tabu é momento e o passado é passado", filosofa Iarley, desconversando. "Os jogos anteriores não vão influenciar em nada, em campo são 11 contra 11 e quem estiver melhor vai vencer."

O técnico Adilson Batista também não vê favorecimento por causa da série sem perder para o São Paulo. Até acha que ela serve para motivar os rivais. "Nós, que vivenciamos o jogo, o dia a dia, procuramos sempre melhorar e, às vezes, uma vitória esconde muita coisa"", disse o corintiano. "Na derrota diante do Avaí o time criou muito, foi melhor, mas... É importante ter um retrospecto à favor, o adversário te respeita mais, mas quer reverter, quebrar o tabu, que vira uma motivação extra", adverte.

Prevendo um duelo equilibrado, Adilson acha que o diferencial pode ser a torcida. "A rivalidade com o São Paulo é grande e aumentou muito nos últimos anos. Nela, nosso torcedor tem sido importante, passa energia grande, até nas dificuldades. Quando levamos gol, ela empurra, domingo (hoje) temos de saber tirar proveito disso."

Apesar de se vangloriar por jogar no Pacaembu, o Corinthians leva desvantagem no confronto com os são-paulinos no local. São 47 derrotas diante de 46 vitórias e outros 34 empates. Nos gols, cinco a mais do São Paulo: 208 a 203. Mas na história do Majestoso, supremacia corintiana: 109 vitórias, 92 empates e 88 derrotas. São 421 gols pró e 393 contra.

Fonte: Estadão

Supremacia Corinthiana em cima do São Paulo Supremacia Corinthiana em cima do São Paulo 0

Veja Mais:

  • De volta ao Timão, Marciel inicia duelo com Botafogo deste sábado

    Precisando vencer, Timão visita o Botafogo com Marciel entre novidades

    ver detalhes
  • Jadson pode ser o primeiro grande reforço do Timão em 2017

    [Marco Bello] Jadson pode ser o primeiro grande reforço do Timão em 2017

    ver detalhes
  • Roberto de Andrade tem buscado diminuir dívidas do Corinthians a longo prazo

    Corinthians abre números, mostra dívidas diminuírem e tem lucro parcial em 2016

    ver detalhes
  • De volta ao Timão, Marciel deve enfrentar Botafogo neste sábado

    Sem Cássio, Carille surpreende e promove duas mudanças no time para pegar Botafogo

    ver detalhes

Deixei seu palpite para o jogo

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes