Estádio do Corinthians; Entenda os custos, parceiros, capacidade, terreno, concessão

Estádio do Corinthians; Entenda os custos, parceiros, capacidade, terreno, concessão

O Estádio fica em uma região privilegiada da zona leste, maior reduto de corinthianos na capital. O Estádio esta localizado ao lado do patio do metrô, a 3 km da estação do Metrô Corinthians-Itaquera, da estação de trem CPTM Corinthians-Itaquera e do terminal de ônibus Itaquera. Estando a 12 km do aeroporto de Guarulhos, só perderia no quesito acesso, para o Pacaembu que é muito bem localizado na região central de São Paulo. Diga-se de passagem, a diretoria alvi-negra muito se esforçou para conseguir a concessão do estádio municipal, que até o hoje, sempre foi sua casa, mas por vários imbróglios não obteve sucesso.

Aproveitando então, para a construção de seu proprio estádio, o terreno que lhe foi concedido em 09/09/1988 pela Lei 10.622, que autorizou a doação da área de propriedade municipal, gratuitamente pelo prazo de 90 anos. O Corinthians busca a posse definitiva deste terreno e tem até 2078 para conseguir a posse ou uma nova concessão por mais tempo. O terreno esta avaliado em cerca de R$ 200,00 milhões.

obs: O São Paulo se beneficiou de algo semelhante ao receber da imobiliária de Adhemar de Barros, governador da época, a área de aproximadamente 100 mil metros quadrados em 1952, nesta área esta hoje o estádio do Morumbi.

O projeto está sendo desenvolvido desde 2002 pelo escritório carioca CDCA, comandado pelos arquitetos Aníbal Coutinho, Antonio Paulo Cordeiro e Lourenço Diegues, em parceria com outro escritório carioca. O estádio teria capacidade para 48 mil pessoas (como sede da Copa 2014, irá para no mínimo 65 mil).
O estádio que ainda não foi batizado e a diretoria pede para não ser apelidado, facilitando assim a compra do naming rights (direitos sobre o nome do estádio). Para a construção do estádio o Corinthians tem como parceira a Odebretcht. Que investirá cerca de R$ 400 milhões para erguer o estádio. O Corinthians espera lucrar no mínimo R$ 30 milhões por ano com o naming rights para pagar o estádio.

Os R$ 400 milhões virão do BNDES e a Odebrecht entrara como fiador do Corinthians. Com a exclusão do Morumbi a Copa 2014, o estádio corinthiano que seria erguido independente de Copa do Mundo, virou opção. Para ser abertura é preciso no mínimo 65 mil lugares. O que gera mais R$ 200 milhões no custo. Um custo que o Corinthians não pretende arcar e trabalha por uma engenharia financeira entre a FIFA, prefeitura, governo e empresas privadas pelos R$ 200 milhões adicionais. Oficializado como estádio para abertura da Copa do Mundo de 2014, ha muito trabalho a caminho e fica a expectativa da Fiel torcida da nova casa corinthiana. Segue o vídeo do novo estádio e o link de download do mesmo.

Fonte: Will2S

Enviado por: will2s

Veja Mais:

  • Sala de cabines de TV da Arena passa a ser chamada Lilácio Pereira Jr.

    Corinthians batiza sala de transmissões da Arena em tributo a vítima de acidente

    ver detalhes
  • Golaço de Marlone sobre Cobresal rendeu a ele indicação ao Puskás

    Marlone supera Messi e Neymar e vai à final do Prêmio Puskás da Fifa

    ver detalhes
  • Luidy (boné) conheceu o CT Joaquim Grava na última quinta-feira

    Contratação do Corinthians vai ao CT pela primeira vez

    ver detalhes
  • Leandro Damião pode trocar Flamengo pelo Corinthians em 2017

    Corinthians inicia conversas por centroavante do Flamengo, diz portal

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes