Paulo Ganso pode deixar o Santos bem antes do previsto, Timão de olho?

Ganso tornou público sua insatisfação com os dirigentes santistas.

Paulo Henrique Ganso e o santos, estão vivendo um conflito, que ultrapassou os bastidores, e a cada dia que passa novas informações chegam ao torcedor.

O Grupo DIS, que detém parte dos direitos sobre o jogador e gerencia sua carreira, o tem orientado a exigir equiparação salárial a Elano e Neymar. Além disso, não está aceitando o plano de carreira imposto pelo clube.

Ganso também não quer aceitar o agenciamento do Santos em contratos publicitários para compor o seu salário, uma vez que detém 100% do seus direitos de imagem, e pode muito bem fechar seus próprios contratos de publicidade.

As exigências de Ganso vem irritando os dirigentes santistas, que não estão preocupados com a possível saída do jogador do clube, pois afirmam que o jogador é inegociável, e se acontecer
de algum clube se interessar em comprar o meia, terá que bancar a multa rescisória, atualmente estipulada em R$ 109 milhões.

Paulo Ganso pode deixar o Santos bem antes do previsto, Timão de olho?

Fonte: Chico Lang Press

Enviado por: Gabriel Silva

Paulo Ganso pode deixar o Santos bem antes do previsto, Timão de olho? Paulo Ganso pode deixar o Santos bem antes do previsto, Timão de olho? 0

Veja Mais:

  • Arena Corinthians tem negociação dos NR atrasada há mais de três anos

    Arena Corinthians confirma tentativa de NR, mas expõe falta de garantias de novo patrocinador

    ver detalhes
  • Acertado com Corinthians, Luidy deixará o CRB apenas no fim da temporada

    Valor à vista, salários gradativos e até carro popular: dirigente explica venda de Luidy ao Timão

    ver detalhes
  • Walter vem sendo reserva de Cássio desde 2013, quando chegou ao Corinthians

    Walter volta a negar especulação de rivais, mas cogita ser negociado pelo Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians já jogou no estádio de Cuiabá em maio de 2015

    Santa Cruz vende mando, e Corinthians voltará à Arena Pantanal

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes