Transpetro negocia com Corinthians, mas não garante remoção de dutos

Transpetro negocia com Corinthians, mas não garante remoção de dutos

Em nota à imprensa, a Transpetro, subsidiária da Petrobras, informou ontem (2) que vem realizando negociações com o Corinthians para resolver a pendência dos dutos que cruzam o terreno de Itaquera (zona leste de São Paulo), onde o clube pretende erguer seu estádio.

São duas tubulações que, entre outras pendências, impedem o início das obras da arena corintiana, indicada pelo Comitê Organizador Local (COL) para a abertura da Copa de 2014. Segundo a empresa, a opção mais viável é o desvio dos dutos.

“A Transpetro e representantes do Corinthians vêm realizando reuniões no intuito de estabelecer alternativas que viabilizem o remanejamento dos dutos Osvat 22 e Osvat 24 em tempo hábil para as obras do estádio. Até o momento, a principal opção em estudo é a construção de um desvio nas tubulações para uma área adjacente. As discussões ainda estão focadas em aspectos técnicos e não contemplaram questões relativas a custos da obra”.

A Transpetro, porém, não informa se tubulações podem ser desviadas até 1º abril, data marcada para o início da terraplanagem, nem se esta fase da obra pode começar sem as intervenções. Além disso, a empresa também não informa quem pagará pelo desvio.

Relatório publicado ontem pelo Portal 2014 (acesse aqui) aponta a cidade de São Paulo como a mais atrasada em relação ao estádio. As tubulações da Transpetro são apenas um dos empecilhos. Pendências burocráticas e indefinições sobre quem bancará a ampliação para 65 mil assentos (mínimo para a abertura), continuam travando o empreendimento.

De acordo com o Plano Diretor de Dutos (PDD) da Petrobras, que prevê o remanejamento de diversas tubulações que cruzam a cidade de São Paulo, os dutos de Itaquera serão desativados somente a partir de 2014.

As tubulações do terreno do estádio transportam óleo combustível e outros derivados do petróleo. Ficam em área chamada de faixa de domínio, que impede qualquer tipo de obra em sua superfície com o objetivo de proteger os canais e assegurar espaço para eventuais manutenções.

Fonte: Portal 2014

Enviado por: Will2S

Veja Mais:

  • Fora dos planos do Timão, Cristian é alvo do Jorge Wilstermann

    'De canto' no Corinthians, dupla é procurada por clube boliviano que está na Libertadores

    ver detalhes
  • Corinthians e Chapecoense dividem liderança da atual edição da Série A

    Chapecoense vence e empata com Corinthians na liderança do Brasileirão; veja a tabela

    ver detalhes
  • Castán pertence á Roma, mas jogou a última temporada pelo Torino, também da Itália

    Com reunião agendada na Itália, pai de Castán não descarta retorno do zagueiro ao Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno Paulo jogará no Santa Cruz até o final de 2017

    Com apenas um jogo pelo Corinthians, atacante é emprestado até o fim do ano

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes