Fora do prazo, Itaquerão vira dor de cabeça para a CBF

Fora do prazo, Itaquerão vira dor de cabeça para a CBF

O atraso no novo estádio do Corinthians, em Itaquera, que concorre com Brasília pelo direito de receber a abertura da Copa do Mundo de 2014, se transformou em uma dor de cabeça para o Comitê Organizador Local do Mundial (COL), para a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) e para a Federação Internacional de Futebol (Fifa). Mais do que isso, as obras no Itaquerão, que nem sequer começaram, escancararam uma total falta de comunicação entre o Comitê Paulista e o COL.

Atualmente, a discussão sobre o novo estádio paulista, em Itaquera, Zona Leste de São Paulo, gira em torno de quando as obras finalmente terão início. Alguns dizem que elas começam este mês, mas muitos acreditam que os trabalhos só serão iniciados, de fato, em maio. A indefinição tem tirado o sono do presidente da Fifa, Joseph Blatter, que, no início da semana, criticou o atraso das obras para a Copa do Mundo e, em meio às preocupações, demostrou um receio: “Se o Brasil continuar assim, não teremos jogos no Rio de Janeiro e em São Paulo na Copa das Confederações”, alertou, referindo-se à competição que acontece em meados de 2013 e que serve de evento-teste para o Mundial do ano seguinte.

Indagado pelo Correio se já havia uma data determinada para o começo das obras, o Comitê Paulista, por e-mail, respondeu: “O início em abril ou maio não está interferindo no cronograma de entrega da obra, que é dezembro de 2013”.

O prazo foi confirmado ao jornal por Raquel Verdenacci, coordenadora da Secretaria Executiva do Comitê Paulista, que declarou que o fato de o Itaquerão não ficar pronto a tempo para a Copa das Confederações não impossibilita que São Paulo receba, em outro estádio (provavelmente no Morumbi), jogos da Copa das Confederações.

No Rio de Janeiro, Rodrigo Paiva, diretor de comunicação do COL e da CBF, mostrou irritação e surpresa ao ser informado, pela reportagem, que o prazo para entrega do Itaquerão era dezembro de 2013 e que, assim, o estádio não poderia ser usado no evento-teste do Mundial. “Não temos essa informação. Tudo o que eu posso dizer é que continuamos trabalhando com o prazo de entrega para os primeiros meses de 2013 e contamos com o estádio em Itaquera para a Copa das Confederações”, declarou Paiva.

Teixeira sonha com São Paulo

O presidente da CBF e do COL, Ricardo Teixeira, afirmou esta semana que o Macaranã estará pronto para a Copa das Confederações, mas explicou que atual cobertura do estádio terá que ser destruída, pois a estrutura é muito antiga e não suporta o novo teto. Com isso, a arena só ficará pronta em março de 2013.

Teixeira declarou que a presença de São Paulo na Copa das Confederações é fundamental. “Acho imprescindível que São Paulo e Rio de Janeiro estejam no contexto da Copa das Confederações. A previsão é que o Maracanã fique pronto no mais tardar no início de 2013. A previsão de São Paulo é a mesma coisa, mas seria um pouco mais tarde”, declarou.

Na capital paulista, Raquel Verdenacci admite o uso de um outro estádio no evento-teste disse não existe qualquer obrigação de que São Paulo receba jogos da Copa das Confederações. “O que ficou determinado no contrato é que cinco das cidades-sedes têm que receber jogos da Copa das Confederações. Mas não foi estipulado quais cidades são. Nossa prioridade é deixar tudo pronto para a abertura da Copa do Mundo”, explicou.

Rodrigo Paiva disse que é possível usar um estádio na Copa das Confederações que não será utilizado na Copa do Mundo. “Existe esse precedente. Na África do Sul aconteceu e na Alemanha e França também”, explicou. Entretanto, Paiva reforçou que o COL e a CBF só cogitam atualmente uma possibilidade: ter os jogos do evento-teste em São Paulo disputados no Itaquerão.

Três perguntas para o Comitê Paulista

O que o Comitê Paulista tem a dizer sobre as recentes declarações do presidente da Fifa, Joseph Blatter, sobre os atrasos nas obras do estádio do Corinthians e que a cidade de São Paulo corre o risco de ficar de fora da Copa das Confederações, em 2013?
É natural que, ao analisar friamente uma planilha de cronograma de obra, o presidente se depare com datas de riscos, já que a construção do estádio ainda não começou. Mas os preparativos da Copa na cidade não se resumem ao estádio, cujo cronograma de entrega está mantido para a Copa do Mundo. Temos que garantir transporte público de alta capacidade, segurança, saúde, hospedagem, etc., e essas questões estão muito bem encaminhadas.

Já há uma data definida para o início das obras no estádio do Corinthians, em Itaquera?
O início em abril ou maio não está interferindo no cronograma de entrega da obra, que é dezembro de 2013, uma vez que, devido à movimentação de terra que a obra requer, o fundamental é aproveitar o período de seca.

Existe um problema operacional, que são os dutos da Transpetro que correm por baixo da área do terreno do futuro estádio do Corinthians. Eles podem atrasar ainda mais o início das obras da arena. Já há uma solução definitiva para esse entrave?
O reposicionamento dos dutos não está no caminho crítico para início das obras. A situação está tecnicamente bem encaminhada pela Transpetro e pela Odebrecht (responsável pela construção do estádio).

Fora do prazo, Itaquerão vira dor de cabeça para a CBF

Fonte: Agecopa

Enviado por: Marcio Benito

Veja Mais:

  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel se unirá as outras torcidas organizadas paulitas neste domingo

    Organizadas rivais de São Paulo se unem em evento no Pacaembu em homenagem à Chape

    ver detalhes
  • Arana pode se transferir para a Inter de Milão nos próximos dias

    Com oferta na mão, Corinthians espera retorno de presidente para definir venda de Arana

    ver detalhes
  • Corinthians optou por não utilizar redes sociais em respeito ao momento

    Corinthians suspende redes sociais em dia de velório coletivo da Chapecoense

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes